Porquê incluir mais vezes as ervilhas na sua alimentação?

AdobeStock 106802825 web | Auchan&Eu

As ervilhas são leguminosas frescas que contêm fibra, hidratos de carbono e proteína, bem como várias vitaminas do complexo B, e minerais como potássio, fósforo e ferro. Devido ao seu teor em fibra atuam na regulação do trânsito intestinal, para além de terem a capacidade de diminuir o colesterol e a glicose no sangue. Uma vez que têm um grande poder de saciedade, poderão ser benéficas em dietas de controlo de peso.

Sendo as leguminosas uma fonte tão rica de nutrientes é aconselhado o seu consumo em 1 a 2 porções por dia. Uma porção de ervilhas corresponde a 2 colheres de sopa de ervilhas frescas/congeladas ou confecionadas (75g).

Existem diferentes formas de apresentação de ervilhas no mercado. Quando falamos de ervilhas na forma fresca estas podem apresentar-se em vagem, conhecidas como ervilhas tortas ou de quebrar, ou em grão, conhecidas com ervilhas de debulhar. Além destas podemos ainda encontrar ervilhas em grão congeladas ou em conserva, sob a forma enlatada. Todas são recomendáveis, no entanto, no caso das ervilhas enlatadas deve ter em atenção o seu teor de sal, evitando adicionar sal em outros alimentos da receita.

As ervilhas podem ser confecionadas de diversas formas, de acordo com o gosto pessoal, utilizando tanto a forma fresca como as formas congeladas ou em conserva, alguns exemplos são: Sopa de Ervilhas, Ervilhas de quebrar guisadas, Ervilhas com Ovos Escalfados, Jardineira de Ervilhas com Carne de Vaca, Salada de Ervilhas com Atum, etc.

E, por falar em exemplos, descubra uma deliciosa receita de Lombo de salmão ao vapor.

Conheça a importância das leguminosas numa alimentação saudável.

A equipa do Movimento 2020