Tudo de bom sobre a alface

A alface é um hortícola bastante versátil, devido ao seu sabor neutro, sendo associada a uma imensidão de pratos (saladas, sopas, sumos …) e facilmente combinada com outros ingredientes. Por isso, está presente diariamente na alimentação dos Portugueses, especialmente nos meses de mais calor.

A alface (Lactuca sativa L) é uma planta da família das Asteraceae, de sazonalidade anual, que tende a crescer facilmente em vários terrenos e regiões. Existem inúmeras variedades (frisada, roxa, iceberg, romana …), com diferentes características organolépticas. Contudo, geralmente apresentam uma coloração verde clara, com uma consistência estaladiça e macia, sendo as folhas, as únicas estruturas consumidas.

Nutricionalmente, a alface apresenta um baixo valor calórico (15 kcal), um reduzido teor de gordura (0,3%) e de hidratos de carbono (0,3%). Além de ser composto por 96% de água e de conter alto teor de fibra. Nesse sentido, contribui para uma adequada hidratação, saciedade, e comporta-se como um excelente alimento para a manutenção de um peso saudável e da regulação do trânsito intestinal.

Apresenta uma riqueza em carotenos (688µg), nomeadamente beta-caroteno, precursor da vitamina A (14,4%). Estes distinguem-se pelas suas propriedades antioxidantes, essenciais para uma pele e visão saudáveis, além de potenciar o sistema imunitário1. Estas propriedades, são atribuídas também devido a ser fonte de Folatos e à presença de vitamina A e C, que contribuem para a proteção das células contra oxidações indesejáveis.

A alface contém cálcio (8,8%), fósforo (6,6%) e magnésio (5,9%), que são excelentes minerais, potenciadores de uma adequada saúde óssea e dentária. Possui ferro não heme (10,7%), que potencia o sistema imunitário e contribui para a redução do cansaço e da fadiga, e ainda, é fonte de potássio (15,5%), ideal para a manutenção de uma adequada pressão arterial.

Como conservar a alface

A alface é um alimento bastante perecível. Dessa forma, para aumentar a durabilidade, deve ter em conta os seguintes passos:

  1. Antes de armazenar, elimine as folhas degradadas e os resíduos de maiores dimensões
  2. Higienize as folhas e corte-as
  3. Guarde-as no frigorífico, num saco plástico aberto ou num recipiente de vidro, com uma folha de papel absorvente no fundo. Dessa forma, estão prontas para serem adicionadas aos seus pratos saudáveis

Usufrua da sua imaginação e tire o maior proveito da alimentação.

Inspire-se nas receitas Auchan

 

Daniela Cação, Nutricionista Auchan
Membro da Ordem dos Nutricionistas, nº4295N

PUB PUB