Como preparar os alimentos na abordagem BLW?

AE bebe m fernandez blw web | Auchan&Eu

Está na hora de o vosso bebé iniciar esta aventura da introdução da alimentação complementar?

Querem saber como dar os primeiros passos na descoberta dos sabores, aromas, texturas e cores de cada alimento, seguindo a abordagem BLW?

As primeiras experiências do vosso bebé, com alimentos diferentes do leite materno ou de fórmula, não precisam de ser comida especial para bebés triturada, fiquem até ao fim e mostrar-vos-ei os como fazê-lo da forma mais natural.

Se ainda não conhecem as vantagens da abordagem BLW consultem o meu artigo anterior que explica tudo (Afinal o que é BLW?).

Na abordagem BLW, uma das preocupações mais comuns de pais e cuidadores é como preparar os alimentos de forma segura, uma vez que os alimentos não serão oferecidos à colher por eles. Em vez disso, o bebé vai agarrar pedaços de alimentos “verdadeiros”, no seu estado original. Gradualmente aprenderá a comê-los e, quando se sentir preparado, vai engoli-los.

Uma das vantagens do BLW é não ter de cozinhar pratos específicos para o bebé. Ora, se assim é, como devemos preparar os alimentos nesta abordagem, de modo a que possam fazer parte do menu familiar?

AE bebe m fernandez blw 04 | Auchan&Eu

A consistência dos primeiros alimentos deve ser macia. O alimento deve ficar mole o suficiente a ponto de que o consigam desfazer entre os dedos — imaginem a consistência de uma banana muito madura. Ao mesmo tempo, o alimento deve ser firme a ponto de que o bebé o consiga agarrar com as suas mãos.

O tamanho ideal

Pensem que o vosso objetivo é facilitar a vida ao bebé para que consiga agarrar nos pedaços de comida.

Na fase inicial, por volta dos 6 meses, devem ser pedaços grandes, que o bebé consiga agarrar com as mãos e levar à boca. Ainda usam a palma da mão em vez dos dedos. Assim, os pedaços de comida precisam de ser suficientemente compridos (2 vezes o punho do bebé), para que uma parte ultrapasse o topo do punho, e suficientemente estreitos para que possa agarrá-los e fechar os dedos em seu redor —isto corresponderá a aproximadamente o tamanho do dedo de um adulto.

Poderão observar que nesta fase o bebé não consegue agarrar coisas pequenas facilmente, uma vez que ainda não desenvolveu o movimento de pinça, usando o polegar e o dedo indicador.

AE bebe m fernandez blw 02 | Auchan&Eu

À medida que o bebé vai conseguindo pegar em pedacinhos de comida, com a ponta do polegar e do indicador, percebem que é possível cortar os alimentos em pedaços mais pequenos (habitualmente entre os 9 e os 12 meses).

AE bebe m fernandez blw 03 | Auchan&Eu

Muitos pais têm medo de não saber cortar a comida corretamente, e assim aumentar o risco de asfixia. Mas o mais perigoso é não ter a consistência certa! Por isso devemos manter a preocupação de proporcionar os alimentos moles, que o bebé consiga facilmente esmagar com as suas duras gengivas.

Importante:

O tamanho importa quando se trata de alimentos esféricos como uvas, cerejas e tomates cherry. Alimentos pequenos, esféricos e de pele tensa podem ser projetados em direção à via aérea, daí que devam ser cortados em quartos, na longitudinal. Alimentos pequenos e firmes, como os frutos secos, devem ser oferecidos em formato de manteiga ou de farinha, em preparações.

No próximo artigo sobre Cortes de Alimentos e Dicas Práticas na Abordagem BLW, apresentarei exemplos de como cortar a comida. Não existe uma única forma para cada alimento, mas vão ficar com uma ideia de como podem começar!

AE bebe m fernandez blw 01 | Auchan&Eu

Boas refeições em família a todos!

Maria fernandez enfermeira | Auchan&Eu

Maria Fernandez
Enfermeira especialista em saúde materna e obstetrícia
Autora do projeto babyledweaning