Afinal, o que é Baby Led Weaning?

AE bebe Led Weaning web | Auchan&Eu

O Baby Led Weaning (BLW) poderia traduzir-se como o início da alimentação complementar guiada pelo bebé ou a demanda, porque o bebé mostra sinais de que está preparado para adicionar alimentos para além do leite materno ou do de fórmula. A diversificação alimentar ocorre da forma mais natural para eles: os próprios bebés vão dirigir o processo desde o início, em autorregulação, com inúmeros benefícios para toda a família, incentivando a autonomia e respeitando o seu ritmo e as suas escolhas, no momento da refeição.

O BLW é algo já muito natural noutros países, enquanto abordagem alternativa à tradicional, e com benefícios evidentes.

É o próprio bebé quem guia o ritmo da introdução dos alimentos, saudáveis, seguros e variados, que são oferecidos no seu estado natural, sem papas nem purés, incentivando o bebé a tocá-los e a levá-los à boca com as suas mãos e pela sua própria iniciativa. Assim, fomenta-se a confiança e independência do bebé, através do respeito e da atenção às suas necessidades individuais. Esta abordagem apresenta excelentes resultados na aprendizagem e recetividade dos alimentos por parte dos bebés, tornando a sua introdução num processo natural e bem sucedido.

O BLW incentiva a ingestão de alimentos como uma experiência multissensorial, em que o bebé desfruta das cores, cheiros, sabores e texturas dos alimentos, de forma individual. Promove-se o momento da refeição familiar, permitindo que os bebés a partilhem e participem dela e dos alimentos que a compõem (alimentos saudáveis, seguros e variados), na medida em que aprendem a alimentar-se através do exemplo. A família melhora os seus hábitos alimentares e poupa-se tempo ao preparar a mesma comida para todos, devidamente adaptada.

O BLW, como abordagem inovadora, vem dar resposta aos problemas e carências mais atuais, nas sociedades mais desenvolvidas.

Por isso, as famílias procuram estas abordagens mais recentes, como o BLW, porque sentem que dão resposta ao que os bebés de hoje precisam. Cada vez mais, as pessoas procuram abordagens que as protejam das doenças e da obesidade, e que sejam mais sustentáveis.

Em termos de parentalidade, os pais olham para o bebé como alguém único, que tem necessidades e precisa de estímulos exclusivos. Por isso, querem aprender a ler os seus bebés e perceber do que eles precisam, em cada momento, para crescerem saudáveis. E o BLW é uma forma de apresentar os alimentos aos bebés na qual é o bebé que nos guia, conforme os sinais de fome e de saciedade que sente, e não conforme os critérios rígidos dos pais: é o próprio bebé que vai comunicando quando tem fome e quando começa a ficar satisfeito.

É uma forma de alimentação baseada no respeito pelos instintos do bebé, e que fomenta também a sua autonomia. Porque os pais têm todo o interesse em que os bebés desenvolvam as suas capacidades o mais possível, não e este método ajuda-os também nesse sentido.

O momento da refeição deve ser um momento de aprendizagem e de amor.

O momento em que olhamos para os olhos dos nossos bebés e das nossas crianças e temos uma conversa agradável. A OMS diz isso mesmo e eu não podia concordar mais, apesar de parecer que tal não se coaduna com os tempos em que vivemos, em que andamos todos com pressa e podemos parar, para desfrutar do que melhor temos na vida: o nosso bebé a desenvolver-se enquanto indivíduo.

Maria fernandez enfermeira | Auchan&Eu

Maria Fernandez
Enfermeira especialista em saúde materna e obstetrícia
Autora do projeto babyledweaning.pt