Petauro do Açúcar

Petauro do Açúcar

Sociável e muito resistente, o Petauro do Açúcar consegue pairar no ar até 45 metros.

O Petauro do Açúcar é um bom animal de estimação, ainda que não seja dos mais fáceis de serem criados. É um animal sociável, que vive em comunidade com uma dezena de indivíduos.

  • Família: Petauridae (alterado de: Phalangeridae)
  • Origem: Austrália
  • Comprimento médio: 15-20 cm
  • Expectativa de Vida: 10-15 anos

Temperamento

Estes grupos são territoriais em relação a outros grupos da mesma espécie e defendem um determinado número de eucaliptos. Os machos marcam o território com saliva e secreções anais e das patas. Para além destas glândulas secretoras, os Petauros do Açúcar também têm outras localizadas na testa e no peito.
Os machos utilizam-nas para marcar os outros membros do grupo. O Petauro do Açúcar usa as vocalizações para dar alarme de intrusos ou ameaças.

Cuidados a ter

Os petauros em estado selvagem alimentam-se principalmente de insetos, ovos, pólen e seiva de acácias. A chave da sua dieta está na variedade. Em cativeiro, podem ser alimentados com:

  • legumes
  • insetos – grilos, gafanhotos e larvas do bicho da farinha
  • sementes de girassol
  • ração para gato
  • milho doce cozido ou enlatado
  • papa em boiões para bebé – frutas variadas, frango, ovo ou frango cozido
  • fruta – maçã, cerejas bem maduras, banana ou kiwi

Devem ser alimentados ao início da noite e ter água sempre disponível.

Alojamento

A gaiola deve ter, no mínimo, 60x50x30 cm e deve-se ter em atenção o espaço entre cada grade. É necessário um ninho onde eles possam dormir, de preferência que não deixe entrar muita luz. Indispensáveis são também os bebedouros e comedouros adequados. Em relação aos brinquedos, pode-se optar, entre outros, por:

  • rodas – convém serem de plástico e fechadas
  • troncos
  • espelhos
  • baloiços

Características inatas

O Petauro do Açúcar é um marsupial de pequeno porte. Pesa em média 110 gramas em adulto. É geralmente acinzentado, sendo mais claro na zona do abdómen. Tem uma risca escura que percorre todo o corpo desde o nariz até à cauda. Uma das suas características mais peculiares é a membrana que liga os membros, permitindo-lhe pairar no ar até 45 metros. É um animal resistente, pois no seu país de origem lida com grandes amplitudes térmicas. Contudo, se a temperatura descer demasiado, ou se a alimentação se tornar escassa, o Petauro pode hibernar por um período curto de tempo.

Saúde

Os petauros adaptam-se bem ao cativeiro, especialmente se forem criados à mão e bem cuidados. Requerem bastante atenção, sendo recomendável gastar, pelo menos, entre uma a duas horas por dia na socialização e interação com eles. Uma vez que são animais noturnos, esta interação deve ser feita à noite, período em que estarão mais ativos e recetivos a estímulos. Se foram manejados durante o dia, podem tornar-se irritáveis. Um Petauro do Açúcar sociável interagirá melhor com as pessoas às quais está acostumado, mas se for aproximado com cuidado permitirá a interação com estranhos.