4 dicas de nutrição para o frio

4 dicas de nutrição para o frio

O Inverno é mais que uma mudança de estação. Para os cuidados com o seu cão, pode significar uma mudança na dieta alimentar. Por isso, aqui seguem 4 dicas de nutrição para o frio, para o seu cão.

O frio traz muitas vezes novas necessidades, quer ao nível do exercício, quer da alimentação. De facto, é preciso mais energia para manter um cão quente no inverno. E se alguns cães gostam de vestir roupa ou comer mais, outros não o fazem. Principalmente cães de raças pequenas podem ter dificuldade em ingerir calorias suficientes para se manterem saudáveis. Por outro lado, a falta de exercício, inerente ao inverno, poderá predispor o cão para o excesso de peso. E isso não é saudável.

Aumente as calorias

Para os cães que passam muito tempo no exterior, aumente as calorias aumentando a quantidade de comida que ingerem. Pode, por exemplo, aumentar o número de vezes que o cão come por dia. Ou ainda dar alimento de cachorro, que é mais calórica, ou um alimento mais calórico, para cães adultos.

Ofereça suplementos

A maioria dos alimentos para cão disponíveis no mercado garantem uma alimentação completa e equilibrada. No entanto, alguns cães com necessidades especiais podem beneficiar de suplementos adicionais. Exemplo disto é a glucosamina que pode ajudar no maneio da doença osteoarticular (artroses) nos joelhos, ancas, cotovelos, etc.

Reduza a quantidade

Se o cão tiver um problema de peso, e a sua atividade diminuir no inverno, pode reduzir a dose do alimento para o manter saudável. Pode cortar nas guloseimas ou optar por aquelas que tenham menos calorias. Poderá ser necessário medir as doses de comida que coloca na tigela. Pode ainda optar pelo alimento específico para perda de peso, da marca de alimento que habitualmente compra. Desta forma, o cão poderá continuar a sentir-se saciado, ingerindo menos calorias por refeição. Se trocar de marca, verifique as calorias e a dose diária recomendada, pois a versão de dieta de uma marca poderá conter mais calorias que a tradicional de outra marca.

Mude de ração gradualmente

É ótimo ajustar a alimentação do cão no inverno. No entanto, a mudança deve ser gradual, sob pena de causar vómitos ou diarreia. Misture ambos os alimentos durante uns dias, aumentando progressivamente a quantidade do novo alimento ao antigo. Ajuste num período até 10 dias, para garantir que não há reações indesejadas.

PUB PUB