Benefícios do vinagre – tempere com saúde

Benefícios do vinagre

O vinagre é um produto obtido exclusivamente por um processo biológico de dupla fermentação, alcoólica e acética, de matérias-primas de origem agrícola. As matérias-primas, que estão na origem da sua produção, são variadas, sendo possível produzir vinagre a partir de qualquer fonte de hidratos de carbono fermentáveis.

O seu processo de produção permite o uso de matérias-primas não utilizadas pela indústria, contribuíndo para a redução do desperdício alimentar.

Deste modo, existem diferentes tipos de vinagre, classificados de acordo com a matéria-prima que lhes dá origem:

  • Vinagre à base de cereais, hortícolas e frutas – produção através da fermentação acética de sumo ou polpas. Exemplos: vinagre de arroz, vinagre de cebola e vinagre de coco, respetivamente
  • Vinagre de origem animal – produção que requer duas fermentações. Exemplos: vinagre de mel e de leite
  • Vinagre de vinho – produção através da fermentação acética de vinho (tinto, branco ou espumante)

Os vinagres de frutas, hortícolas e cereais apresentam, geralmente, qualidades sensoriais e nutritivas mais elevadas.

Em termos nutricionais, o vinagre é um produto com baixo valor energético, sem gordura e com um teor de proteína e hidratos de carbono escasso.

No entanto, contém na sua composição ácidos orgânicos e compostos fenólicos, relacionados com potenciais benefícios para a saúde:

  • atividade antimicrobiana
  • redução da pressão sanguínea
  • atividade antioxidante
  • prevenção de doenças cardiovasculares
  • melhoria da sensibilidade à insulina

A sua utilização é vasta, podendo ser utilizado:

  • na produção de molhos
  • na aromatização de outros produtos
  • na confeção de alimentos
  • na preparação de pratos como o sushi
  • para temperar, como substituto do sal
  • no fabrico de conservas, devido ao seu baixo pH

 

Referências:

 

Equipa de Nutricionistas Auchan