Como atuam os alimentos em caso de doença hepática, renal, cardíaca ou obesidade?

AE PET COMIDA WEB | Auchan&Eu

Para um problema hepático, é essencial dar ao seu cão os alimentos certos através de uma nutrição equilibrada que diminua o trabalho do fígado, pois os objetivos são diminuir os sintomas relacionados com a insuficiência hepática e proporcionar condições para a regeneração hepática.

Em relação à dieta renal, ela é elaborada para minimizar os produtos de excreção renal e para compensar as alterações minerais e eletrolíticas que ocorrem na insuficiência renal.

No caso de urinários, existem dietas que evitam a formação de cristais e combatem infeções, pois fazem variar alguns componentes e promovem alterações no Ph da urina.

No caso da cardíaca, esta tem um baixo teor em sódio, de forma a facilitar o trabalho cardíaco.

Por fim, a dieta para obesidade garante um regime hipocalórico, graças a uma tecnologia que expande o alimento no estômago, criando um efeito de saciação e permitindo a perda de peso.

Todas estas dietas têm de ser, necessariamente, prescritas por um médico veterinário e quase todas elas são acompanhadas de medicação. E nunca deverá sujeitar o seu pet a uma dieta só porque pensa que ele tem algum problema.