Queijo fresco – Um queijo muito especial

Benefícios do queijo fresco: um queijo especial

Constituinte da dieta mediterrânica e apreciado por muitos, principalmente no tempo mais quente, o queijo fresco é bastante utilizado em Portugal. Apresenta-se como um queijo fresco, macio, de cor branca e brilhante, de alta humidade, sabor salgado suave e caracterizado por uma textura quebradiça e baixa fluidez. Para além de não ter a capacidade de derreter1,2.

É produzido a partir de leite pasteurizado de vaca (o mais comum) ou cabra, não sofrendo maturação.

O coalho é adicionado, sendo a coalhada cortada em cubos e lentamente mexida no soro, enquanto é aquecida a 38–40 ° C. Em seguida, o soro é drenado e a coalhada é salgada, prensada e embalada3.

O queijo fresco é caracterizado por:

  • teor de proteína de 17 a 21%
  • teor de gordura de 18 a 29%
  • 1 a 3% de sal
  • alto teor de humidade (41-59%)
  • pH relativamente neutro (5,3-6,5)

Estas características resultam num prazo de validade relativamente curto, uma vez que favorecem o crescimento de microrganismos deteriorantes e potencialmente patogénicos (como a Listeria monocytogenes)4.

Deste modo, o queijo fresco requer refrigeração para ser preservado com segurança5.

O arrefecimento rápido, após a prensagem, e o embalamento, a vácuo imediato, resultam num queijo fresco comercial que mantém a sua qualidade até 8 semanas6. Como derivado do leite, o queijo fresco constitui um alimento saudável que poderá ser integrado num estilo de vida saudável.

Conheça os benefícios do queijo fresco:

  • teor de gordura diminuído face a outros queijos, assim como um menor aporte calórico. Assim, é uma ótima opção incluir num plano de perda de peso
  • rico em proteínas de elevado valor biológico e absorção lenta, sendo um ótimo aliado para a recuperação muscular
  • fonte de cálcio e fósforo, o que auxilia na saúde óssea, das unhas e dentes, assim como zinco

Queijo fresco: valores nutricionais

De notar que as versões com leite de cabra são mais calóricas e possuem maior aporte em lípidos, do que as versões com leite de vaca. Este pode ser um fator a levar em conta numa dieta com restrição calórica para perda de peso.

Existem ainda versões magras, com uma quantidade de lípidos muito diminuta. Poderá usar o queijo fresco como entrada, em saladas frescas e sandes. Ou até mesmo em produtos de pastelaria ou como acompanhamento para doces e compotas.

Experimente esta receita de maçã recheada com queijo fresco e frutos secos. Dê asas à sua imaginação!

Referências bibliográficas:
  1. Escobar D, Clark S, Ganesan V, Repiso L, Waller J, Harte F. High-pressure homogenization of raw and pasteurized milk modifies the yield, composition, and texture of queso fresco cheese. J Dairy Sci. 2011; 94(3):1201-10
  2. Tomasula PM, Renye JA, Van Hekken DL, Tunick MH, Kwoczak R, Toht M, Leggett LN, Luchansky JB, Porto-Fett AC, Phillips JG. Effect of high-pressure processing on reduction of Listeria monocytogenes in packaged Queso Fresco. J Dairy Sci. 2014; 97(3):1281-95
  3. Tunick MH, Van hekken DL. Rheology and texture of commercial queso fresco cheeses made from raw and pasteurized milk. Journal of Food Quality. 2010; 204–215
  4. Lourenço, A., Kamnetz, M. B., Gadotti, C., & Diez-Gonzalez, F. (2017). Antimicrobial treatments to control Listeria monocytogenes in queso fresco. Food Microbiology, 64, 47–55
  5. Holle MJ, Ibarra-Sánchez LA, Liu X, Stasiewicz MJ, Miller MJ. Microbial analysis of commercially available US Queso Fresco. J Dairy Sci. 2018;101(9):7736-7745
  6. Van Hekken DL, Tunick MH, Renye JA Jr, Tomasula PM. Characterization of starter-free Queso Fresco made with sodium-potassium salt blends over 12 weeks of 4°C storage. J Dairy Sci. 2017 Jul;100(7):5153-5166

Dalila Abreu
Nutricionista Estagiária Jumbo
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº 2691NE

PUB PUB