Benefícios do pêssego

O pêssego (Prunus persica) é originário da China e não da Pérsia (atual Irão), como se acreditava no passado, crença da qual deriva o seu nome.

É adaptável a várias condições climatéricas, sendo cultivado:

  • nos climas húmidos do sul da China, norte do Egito e leste dos Estados Unidos
  • nos climas desérticos da Califórnia, Espanha e Irão
  • nas temperaturas frias da China e do Canadá
  • nos climas subtropicais da Florida, México e Israel

Existe uma enorme variedade deste fruto, que pode variar em forma, tamanho, cor, entre outros. Foi o primeiro fruto a ser cultivado sendo, na antiguidade, considerado pelos chineses como um fruto mitológico, capaz de afastar os maus espíritos. Foi também um fruto muito apreciado pelos nobres durante séculos, sendo muito apreciado, nos dias de hoje, pelas suas características organoléticas e nutricionais1.

Conheça os benefícios do pêssego.

O pêssego é um fruto carnudo com polpa doce, variando de amarela a avermelhada, com casca aveludada e um aroma suave.

Possui um baixo valor calórico, é rico em fibra, vitamina A e vitamina C, sendo ainda fonte de potássio e magnésio2. Devido ao seu elevado teor em fibra, contribui para o aumento da saciedade. Assim como para a regulação do trânsito intestinal. Por sua vez, o seu conteúdo em vitaminas antioxidantes reverte-se em benefícios ao nível da pele e saúde cardiovascular.

A cor atribuída ao pêssego resulta de um grupo de compostos designado de carotenoides.

Neste caso, é rico em betacaroteno, principal precursor da vitamina A. Os carotenoides são responsáveis pela cor de diversas frutas e verduras. E para os quais têm sido relatados benefícios, na prevenção de certas doenças, nomeadamente:

  • atividade antioxidante
  • proteção contra o stress oxidativo
  • contributo positivo a nível de doenças da pele
  • doenças degenerativas oculares3
  • doenças cardiovasculares
  • diversos tipos de cancro4

No momento da escolha, opte por aqueles que cedam ligeiramente ao toque, libertem um aroma suave e apresentem uma casca intacta, sem manchas ou amolgadelas.

O pêssego pode ser consumido fresco, em pratos frios como saladas, ou utilizado na preparação de sobremesas, doces, compotas e até licores. É também popular o seu consumo em calda, devido ao seu curto período de conservação.

Valores nutricionais por 100 gramas de pêssego

Veja a nossa receita de tarteletes de limão e pêssego, uma opção diferente e saborosa para um dia de festa. Experimente também o batido de pêssego ou sorvete de pêssego, excelentes opções para um tempo mais quente.

Referências bibliográficas:
  1. Faust M, Timon B. Origin and Dissemination of Peach. Horticultural Reviews. 2010. 331–379
  2. Tabela da Composição de Alimentos. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, 2010
  3. Fratianni A, Albanese D, Mignogna R, Cinquanta L, Panfili G, Di Matteo M. Degradation of Carotenoids in Apricot (Prunus armeniaca L.) During Drying Process. Plant Foods for Human Nutrition. 2013; 68(3), 241–246
  4. Cao S, Liang M, Shi L, Shao J, Song C, Bian K, et al. Accumulation of carotenoids and expression of carotenogenic genes in peach fruit. Food Chemistry. 2017. 214, 137–146

Dalila Abreu
Nutricionista Estagiária Auchan
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº 2691NE

PUB PUB