Matcha, o super-herói dos chás!

Chama-se Matcha e é um pó superconcentrado de chá verde, uma bebida que se tornou popular pela sua habilidade em conferir uma cor vibrante, paladar e fitonutrientes a quase todo o tipo de pratos. Além dos lattes, chás e bebidas quentes, agora encontramos o Matcha em diversos alimentos desde barritas de cereais, biscoitos, pães, podendo mais do que nunca desfrutar dos muitos benefícios do Matcha.

História do Matcha

A origem do Matcha remonta ao século VII na China e Japão. Na época, monges japoneses já realizavam expedições espirituais e académicas até à China para estudarem os ensinamentos budistas e os rituais do consumo de chá. Durante as viagens, era comum os monges colherem e trazerem sementes de chá para os seus mosteiros no Japão.

Nessa altura, as folhas já eram torradas e comprimidas em blocos para fácil transporte. Um monge japonês em particular, de nome Eisai Myoan, desenvolveu uma conexão filosófica muito distinta entre sua prática espiritual e o consumo de chá entre os séculos 10 e 12. Ele acreditava firmemente que a preparação e consumo de chá trariam muitos benefícios de saúde, incluindo espirituais. O método de preparação de Eisai incluía secar as folhas de chá e triturá-las em pó fino, tal como é hoje produzido o Matcha.

Atualidade

Nos dias de hoje, os japoneses são considerados os mestres do Matcha e levam a produção de chá para outro nível, com uma eficiente mecanização que mantém a qualidade e métodos artesanais da colheita manual.

No Japão, vendem-se cerca de 2.550 toneladas de Matcha por ano, o que equivale a 85% ou 90% de toda a produção anual deste chá. Ainda assim, só cerca de 10% do Matcha japonês é exportado.

Características do Matcha e diferenças do Chá verde

No entanto, e apesar do Matcha e do chá verde terem a mesma origem, existem diferenças quer no cultivo e produção, quer no modo de consumo e composição química.

Ao contrário do chá verde, o Matcha é cultivado à sombra, sendo as folhas cobertas com redes escuras durante grande parte do seu crescimento, desta forma, é estimulado a produzir doses mais altas de clorofila, aumentando também o teor de aminoácidos no produto final. O alto teor de clorofila é o grande responsável pela cor verde vibrante.

O Matcha é o produto final da moagem das folhas e é consumido dissolvido diretamente na água ao contrário do chá verde comum em que as folhas são apenas colocadas na água e depois removidas.

Relativamente ao paladar, o Matcha possui um sabor único – designado de umami -, enquanto o chá verde comum apresenta um sabor amargo.
No que diz respeito à composição química, por ser ingerida a folha inteira moída, o Matcha contém geralmente uma maior concentração de antioxidantes (catequinas) e também maior quantidade de cafeína.

TOP 3 Benefícios do Matcha

  1. Elevado poder antioxidante

    Os antioxidantes desempenham um papel muito importante na saúde. Além de ajudarem a prevenir danos oxidativos das células, causados por fatores como poluição, inatividade física e dieta não saudável, eles também podem ajudar a proteger contra doenças crônicas como doenças cardíacas, diabetes, obesidade e cancro.
    O chá verde é rico em flavonóides dos quais se destacam as catequinas, compostos com forte poder antioxidante. O Matcha terá ainda maior benefício antioxidante uma vez que é utilizada a folha toda. Um estudo americano publicado no pubmed pelo National Center for Biotechnology Information (NCBI), mostrou que a concentração de uma catequina conhecida como epigalocatequina galato (EGCG) poderia ser até 137 vezes maior no chá Matcha comparativamente ao chá verde comum.

  2. Suporte na Manutenção e Perda de Peso

    Dados recentes de estudos em humanos indicam que o consumo de chá verde e extratos de chá verde pode ajudar a reduzir o peso corporal, principalmente a gordura corporal, aumentando a termogénese pós-prandial e a oxidação da gordura.
    Um estudo recente de 2018 descobriu que consumir chá de Matcha antes do exercício era capaz de aumentar a taxa de queima de gordura em mulheres.

  3. Estimulação da energia, concentração e foco

    Pesquisas mostram que o pó de Matcha beneficia a função cerebral e a saúde mental de várias maneiras diferentes. Um estudo na Holanda descobriu que consumir Matcha ajudou a melhorar o desempenho em tarefas cognitivas usadas para medir a atenção e as habilidades motoras. Além da existência da cafeína que por si só é estimulante e energizante, a Matcha contém L-tiamina, um aminoácido que fomenta o estado de alerta e diminuição da ansiedade, além de proteger contra alguns dos efeitos negativos que acompanham o consumo de cafeína, incluindo mudanças de humor e sintomas de abstinência de consumo de cafeína.

Moderação é chave

No entanto, apesar dos muitos potenciais benefícios do Matcha, é importante referir que isto não significa que deve cancelar a quota no ginásio e ignorar uma dieta equilibrada, esperando resultados milagrosos apenas por ingerir umas quantas colheres de Matcha.
Lembre-se de que a moderação é essencial e quando se trata de Matcha, tenha em atenção ao conteúdo de cafeína, que pode causar efeitos colaterais em algumas pessoas.

Consumir grandes quantidades de cafeína pode causar problemas como ansiedade, hiperatividade, insónia e até causar sintomas de abstinência quando descontinuada, incluindo dores de cabeça, fadiga e alterações de humor.
A utilização do Matcha é apenas uma componente que pode fazer parte de uma dieta saudável portanto, para realmente maximizar os seus benefícios, certifique-se de associá-lo a uma dieta equilibrada, exercício regular e desfrute com moderação.

Preparação do Matcha

Se for pelo clássico modo de preparação, simplesmente prepare uma chávena de chá Matcha, adicionando o pó à água quente e mexendo até ficar com espuma. E porque o Matcha é muito versátil na sua utilização, pode adicionar em batidos, papas de cereais e bolos. Experimente a nossa receita de Matcha Latte.

PUB PUB