Inhame: uma nova opção para introduzir nas suas refeições

Inhame: Conheça uma alternativa nutritiva

Ainda não é um alimento muito comum na mesa dos portugueses. No entanto, o inhame possui propriedades nutricionais muito interessantes. É um tubérculo da família Dioscoreae, semelhante à batata-doce.

Em Portugal, o cultivo de inhame é prática comum nos arquipélagos da Madeira e dos Açores. Assim, é um alimento frequente na alimentação dos habitantes destas ilhas.

Em termos de apresentação, o seu formato e tamanho podem variar muito.

Tradicionalmente, a sua forma é alongada e cilíndrica. A cor da casca varia entre o castanho-escuro e o rosa claro, dependendo da espécie e variedade da planta. A cor interior também pode variar consoante a espécie. Podendo ir do branco ao amarelo, rosa ou roxo. O seu sabor é também peculiar e a maioria das espécies é muito pouco doce.

A sua composição nutricional

O inhame é um alimento rico em hidratos de carbono. Estes têm como principal missão o fornecimento de energia ao organismo. Como tal, pode ser incluído na alimentação em substituição da batata, arroz ou massa. É uma fonte de fibras, proteínas e minerais como potássio, cálcio, fósforo, zinco, manganês, e vitaminas A, B1, B6 e C, entre outras.

O inhame apresenta um índice glicémico baixo, o que representa uma vantagem, pois não provoca um pico de açúcar no sangue (glicemia). No entanto, e caso esteja a tentar emagrecer, deverá ter moderação no seu consumo pois possui elevado valor energético.

Benefícios do inhame

Se ainda não conhece este tubérculo, veja alguns dos benefícios que lhe vão sendo apontados. E que podem convencê-lo a incluí-lo na sua alimentação:

  • Auxilia no controlo da pressão arterial
    Devido ao seu teor em potássio e vitamina C, nutrientes que facilitam a dilatação dos vasos sanguíneos. Assim, ajudam na regulação da pressão arterial
  • Reduz dores menstruais e sintomas de menopausa
    A diosgenina é uma substância com uma estrutura similar aos estrogénios humanos, auxiliando na regulação hormonal feminina
  • Fortalece o sistema imunológico
    Pelo facto de ser rico em vitamina C, este alimento ajuda também no fortalecimento do sistema imunitário
  • Ajuda no combate aos radicais livres
    Devido ao elevado teor de vitaminas com ação antioxidante
  • Ajuda a melhorar a função cognitiva
    Devido a presença de vitaminas do complexo B, que ajudam a estabelecer a comunicação entre neurónios

Como consumir

O inhame só é comestível após cozedura prolongada. Isto acontecer porque possui naturalmente anti-nutrientes, que diminuem o seu valor nutritivo e provocam toxicidade.

Preparado como a batata, o inhame pode ser cozido, assado ou frito. Geralmente, serve como acompanhamento das refeições principais ou na forma de purés e sopas.

No momento da compra, opte sempre por aqueles que estão firmes e não possuem fissuras, buracos ou manchas. Deve também evitar os que se encontram armazenados no frio, uma vez que a temperatura baixa altera o seu sabor.

Rita Lima, Nutricionista Jumbo
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº 3003N