Arroz Vermelho

AdobeStock 72273020 web | Auchan&Eu

O arroz vermelho é um tipo de arroz integral de grão longo e pigmentos naturais que lhe conferem uma cor vermelha ou acastanhada.
É rico em fibras e hidratos de carbono complexos e é muito comum na China, onde os registos da sua utilização remontam há milhares de anos. Na verdade, desde há muito tempo que a levedura de arroz vermelho (um derivado deste alimento) é utilizada na medicina tradicional chinesa.

A levedura de arroz vermelho provém da fermentação do arroz por uma levedura específica, a Monascus purpureus, e contém uma variedade de substâncias chamadas monacolinas, entre as quais a Monocolina K. Existem evidências científicas que indicam que a Monocolina K influencia a síntese de colesterol no fígado, levando a uma diminuição do colesterol total e do colesterol LDL (conhecido como “”mau colesterol””).

Com base nestes dados, têm surgido vários suplementos de arroz vermelho no mercado, com o principal objetivo de ajudar a reduzir o colesterol. No entanto, é importante confirmar a concentração de Monocolina K destes suplementos: as evidências existentes indicam que a quantidade necessária para obter os resultados pretendidos é de 10mg/dia.

A levedura de arroz vermelho destina-se, por exemplo, a pessoas com aumentos ligeiros a moderados de colesterol e/ou de risco cardiovascular. Pode também ser uma opção para pessoas que preferem soluções naturais ou ainda para casos em que se pretende adiar o início do tratamento farmacológico.

De qualquer forma, convém relembrar um princípio importante: qualquer consumo de suplementos alimentares não dispensa a adoção de um estilo de vida saudável!
Deve ainda pedir a opinião de um profissional de saúde, principalmente se faz alguma medicação crónica e/ou se já toma alguma estatina para baixar o colesterol.

Nota: a levedura de arroz vermelho não é aconselhada a mulheres grávidas e em período de amamentação. Alguns estudos desaconselham ainda o consumo de grandes quantidades deste tipo de arroz a crianças e idosos, devido à possibilidade de efeitos secundários renais.

Cátia Gouveia, Nutricionista Auchan
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº 1757N