Alimentação saudável ou Natal? Não tem de escolher! Siga estas 4 dicas

Dollarphotoclub 94137443 web | Auchan&Eu

Delicie‑se no dia de Natal. Porém, recorde-se que não é Natal até aos Reis! Celebre o dia de Natal, um dia tradicionalmente dedicado à alimentação, permitindo-se fazer alguns excessos.

Lembre-se de que o mais importante é conseguir manter uma alimentação saudável nos dias seguintes ao Natal, em que geralmente as sobras são muitas.

Aqui vão algumas dicas:

  1. Evite as sobras! Tente perceber que quantidade de comida será realmente necessária para o dia de Natal e não a faça em excesso. Poupa na carteira e na balança!
  2. Altere as típicas receitas de Natal para receitas mais light: em vez de fritar as azevias, rabanadas e outras, coloque-as no forno, cobrindo a base do tabuleiro com papel vegetal ou untando-o com azeite. Pode também diminuir a quantidade de açúcar da receita utilizando frutose, o que permite manter a textura do produto utilizando apenas 1/3 da quantidade de frutose que utilizaria de açúcar. Conjugando estes dois métodos, poderá desfrutar de todo o sabor da receita com menos 30 a 50% das calorias!
  3. Se possível, evite permanecer à mesa após a refeição, o que poderá levar a “petiscar”.
  4. Se mesmo assim sobrar comida, congele-a logo que perceber que vai sobrar. Poderá desfrutá-la noutra refeição, mantendo ao máximo as suas propriedades. Exemplos: peru, borrego, bolo-rei e broas castelares.

Joana Pardal e Vera Fernandes, Nutricionistas do Jumbo.
Membros da Ordem dos Nutricionistas nº 1636N e nº1581N.