Calculadoras científicas para ajudar na matemática

Uma calculadora científica para ajudar

As calculadoras tradicionais eram largamente usadas em escolas, escritórios e em casa. Com a chegada dos computadores e, mais tarde, dos smartphones, caíram em desuso. O mesmo não acontece com as calculadoras científicas! Estas podem ajudar, e muito, na matemática e outras ciências exatas.

O que é uma calculadora científica?

As calculadoras científicas fazem todas as operações das calculadoras tradicionais. E adicionam outras bem mais complexas, como equações e raízes quadradas. Ligadas, por exemplo, a trigonometria, física, química, geometria engenharia.

Conheça os 5 usos mais comuns de uma calculadora científica

  • Funções básicas e potências

As funções básicas incluem a adição, subtração, divisão e multiplicação. Além destas, é possível calcular potências, de números conhecidos e desconhecidos. O cálculo de potências é usado em álgebra e em matemática avançada.

Além disso, uma calculadora científica consegue resolver problemas mais complexos, com várias operações. Uma calculadora tradicional não consegue determinar qual operação fazer primeiro. Já a científica consegue fazê-lo, através do sistema de parêntesis usado neste tipo de operações.

Outra operação que é possível é o cálculo de raízes quadradas.

  • Logaritmos

À medida que o estudo da matemática se torna mais intenso, irá avançar para áreas de trigonometria e cálculo. Os logaritmos ajudam a calcular a velocidade e a área, por exemplo. O que é aplicável às áreas da engenharia e arquitetura.

Além disso, as calculadoras científicas têm memória, o que possibilita guardar fórmulas muito usadas. Ou a última operação que estava a fazer, antes de ser interrompido com outra tarefa matemática.

  • Senos, cosenos e tangentes

Se estuda trigonometria, engenharia ou arquitetura, estes termos não serão desconhecidos. Estas medidas servem para calcular medidas de um certo ângulo ou a hipotenusa de um triângulo.

São cálculos bastante complexos, quando feitos no papel. E apesar de ter de os saber fazer, conseguir o resultado mais rapidamente pode ser o que precisa!

A calculadora científica é a única capaz de fazer este tipo de cálculos.

  • Notação científica

A notação científica é a forma padrão de escrever números muito grandes ou muito pequenos. Que não conseguem ser escritos da forma tradicional. A calculadora científica permite fazer cálculos com estes números, muito usados no ramo da física ou engenharia.

  • Funções binárias

Estas operações requerem duas variáveis. Assim, não é possível fazer-se o cálculo de uma função binária numa calculadora comum, pois é necessária memória para capturar o cálculo que vai sendo feito.

A calculadora científica é indicada para estudantes no ramo das ciências, ou para profissionais especializados nesta área. E pode ser o que precisa para fazer mais rapidamente os cálculos mais complexos.

PUB PUB