10 dicas para se manter seguro na internet

10 dicas para se manter seguro na internet

Reunimos algumas dicas para se manter seguro na internet.

A internet tornou-se uma ferramenta diária na nossa vida e, paralelamente à sua evolução, as ameaças que enfrentamos quando navegamos na internet têm vindo a evoluir. Assim mantermo-nos seguros enquanto navegamos na internet é fundamental. Veja as nossas sugestões de como se manter seguro enquanto navega.

  1. Use o senso comum

    Costuma-se dizer que o senso comum é o menos comum dos sentidos. Mas, neste caso, devemos mesmo usar a cabeça e ter muito cuidado sempre que utilizamos os meios digitais. Por exemplo, deve-se pensar que poderá existir algum perigo ou código escondido num download gratuito, de um jogo de vídeo de última geração.

  2. Utilize palavras-chave seguras

    É muito importante ter atenção às palavras-chave que se usa na internet. Sendo assim, uma palavra-chave fraca pode implicar ser-se vítima de cibercrime. Certifique-se que a sua escolha é fácil de recordar. Desta forma, evita ter de a escrever num papel. No entanto, não deve ser óbvia e fácil de adivinhar. O ideal será misturar números e letras ou utilizar uma frase completa.

  3. Proteja-se nas redes sociais

    Os vírus de última geração utilizam as redes sociais para enviar mensagens com links suspeitos, a partir de contas da sua confiança. Não abra uma mensagem de um amigo que só contenha um link, a não ser que esteja à sua espera. Também não utilize a mesma palavra-chave em todas as suas contas. Se alguém mal-intencionado adivinhar a sua palavra-chave no Facebook, por exemplo, pode experimentar usá-la noutro site. Se receber uma mensagem, de uma loja online, com uma nova palavra-chave, mude-a imediatamente. Isto aconteceu porque a sua conta foi alvo de hackers.

  4. Proteja a sua rede wireless

    Se a sua rede é Wi-Fi, um hacker pode intercetar os dados que envia e recebe. Ou até aceder à sua rede. É importante mudar a palavra-chave de origem do router, assim como o seu nome. Isto porque é muito fácil capturar a palavra-chave que o fabricante introduz por defeito. Da mesma forma, ative sempre a opção de encriptação WPA ou WEP.

  5. Tenha cuidado com o spam

    Não responda a mensagens de spam nem clique nos links de um email desconhecido. Se o fizer, estará a confirmar que o seu endereço está ativo e passará a ser um alvo preferencial dos spammers no futuro. Se possível, utilize várias contas de correio eletrónico, consoante o seu objetivo. Uma pessoal e outra para subscrever promoções, cursos, chats ou qualquer outro serviço. Tenha ainda em conta que o seu banco nunca lhe enviará um email para que reveja ou dê os seus dados pessoais. Um bom truque para saber se um email é legítimo é ver a quem se dirige. Se começar por “Caro Sr/a”, sem apresentar o seu nome, o mais certo é que esconda malware.

  6. Duvide de ficheiros e links

    Se receber um email com um ficheiro anexo ou uma mensagem de chat com um link, não os abra. A não ser, é claro, que esteja à sua espera. Muitos vírus utilizam os programas de mensagens instantâneas para enviar links a partir das contas dos seus amigos. Se clicar num desses links, muito provavelmente será instalado um vírus no seu computador.

  7. Forneça dados pessoais em segurança

    Nunca dê os seus dados pessoais em resposta a um email. Faça-o apenas através de páginas web seguras (as que começam com https://). Para se certificar, procure pelo símbolo do cadeado na parte inferior direita do seu ecrã. Deve, então, clicar nesse símbolo e comprovar que o site cumpre com as normas de segurança.

  8. Faça cópias de segurança com regularidade

    Alguns vírus foram concebidos para encriptar os seus documentos. O passo seguinte é pedir um resgate para devolver o sistema à normalidade. É importante ter uma cópia de segurança atualizada para evitar problemas. No caso de ser vítima deste tipo de cibercrime, nunca pague o resgate pedido. Contacte o seu fornecedor de soluções de segurança para que lhe dê aconselhamento profissional.

  9. Utilize software de segurança

    Existem soluções anti-malware para todos os gostos e carteiras. No entanto, é imprescindível mantê-las sempre atualizadas. Todos os dias são identificadas cerca de 17.000 novas ameaças. Estas precisam de ser analisadas, controladas e eliminadas.

  10. Instale as correções e atualizações

    Se o fabricante do sistema operativo, ou outros programas que utilize, disponibilizar uma correção de segurança, não hesite em a instalar. Esperamos que, com estas dicas, consiga manter-se mais seguro enquanto navega na internet.

João Fernandes
Wintech