“Pudim” de pêssego e chia

Auchan e Samanta McMurray
  • Fácil
  • Menos de 30 minutos
  • 6 pessoas
Download receita

Este pudim é uma alternativa às tradicionais papas, com a chia a fazer o papel principal. Aproveito as frutas de verão para adoçar os pequenos-almoços do seu bebé!

Idade recomendada: a partir dos 12 meses
Energia (kcal) :
85
Lípidos (g) :
3
Saturados (g) :
O
Hidratos de Carbono (g) :
10
Açúcares (g) :
7
Fibras (g) :
4
Proteínas (g) :
2
Sal (g) :
0,07

Ingredientes

Comprar online

Preparação

  1. Comece por hidratar a chia em água ou bebida vegetal. Misture as duas numa tigela e guarde no frigorífico por 5 horas, ou durante a noite.

  2. Triture o iogurte com metade de um pêssego e corte o restante pêssego em pedaços - reserve.

  3. Misture bem o iogurte com a chia hidratada e sirva com os pedacinhos de pêssego no topo.
    Dica do chefe:
    Se o bebé ainda não estiver habituado a mastigar, pode triturar tudo e servir como um creme.

Dica do nutricionista

Uma papa não tem que ser obrigatoriamente de farinhas (de trigo, arroz, aveia, ou outras)! Podemos optar por utilizar, por exemplo, a chia que tem a propriedade de, em contato com um líquido, formar uma espécie de gel, permitindo fazer este tipo de pudins. Chamamos apenas a atenção que a chia tem um elevado teor de fibra, pelo que só deverá ser itntroduzida na alimentação do bebé depois dos 12 meses de idade. Até lá, introduza primeiro outros alimentos com um teor de fibra gradualmente mais elevado, como vários tipos de legumes ou pão integral, em vez do pão branco.

Quando introduzir a chia, faça-o primeiro com uma pequena quantidade para despistar possíveis reações adversas. Lembre-se: o bebé deve ser exposto ao maior número de alimentos possível, de forma espaçada e atenta. Saiba mais sobre diversificação alimentar.