Dogue Argentino

Dogue Argentino

Demonstrativo nos seus afetos é leal e bastante apegado aos seus donos.

O Dogue Argentino é um cão possante, por vezes territorial, mas extremamente protetor da família. É um ótimo cão de guarda.
O treino é relativamente fácil mas, como cão dominante que é, por vezes revela-se teimoso e gosta de impor a sua vontade.

  • Família: Cão de caça
  • Origem: Argentina
  • Função original: Cão de caça
  • Tamanho e Peso médio do macho: Alt.: 61-68 cm; Peso: 37-45 kg
  • Tamanho e Peso médio da fêmea: Alt.: 61-68 cm; Peso: 37-45 kg
  • Expectativa de vida: 10-11 anos
  • Outros nomes: Nenhum
  • Posição no ranking de inteligência: Raça ainda não reconhecida

Temperamento

O Dogue Argentino é um cão leal e bastante apegado aos donos e aprecia a sua presença. Apesar do seu tamanho, insiste em sentar-se em cima dos pés ou encostado às pernas da pessoa mais próxima. Devido à sua dominância e teimosia, necessita de um dono experiente, capaz de lhe proporcionar uma boa educação e socialização.

Cuidados a ter

Necessita de caminhadas diárias longas, corridas ou brincadeiras mais intensas (por exemplo, brincar com um disco de plástico, o “frisbee”), especialmente se viver num apartamento. Os cuidados a ter com o seu pelo são mínimos.

Adaptado a

Interior e exterior.

Características inatas

Trata-se de um cão que gosta de agradar à sua família e é muito extrovertido. Em relação a estranhos, geralmente suspeita deles até que lhe sejam apresentados pela família, mas não é agressivo. Pode conviver com outros animais, desde que tenha sido habituado a eles desde cedo.

Problemas de saúde mais comuns

Surdez sensorial, problemas dermatológicos e tumores.

PUB PUB