Como manter o patudo ao fresco?

Com a chegada do verão, e os dias mais quentes, todos sofremos com golpes de calor. Os nossos pets também. É importante ter alguns cuidados para manter o seu pet ao fresco. Seja nos passeios, nas viagens de carro ou até em casa.

Aqui vão algumas dicas:

Se o seu cão tem o pelo comprido, esta é uma fase do ano para apostar na tosquia. Pelo curto pode ajudar, mas sem exagerar, porque o pelo também protege dos raios UV. É sempre bom pedir conselho ao veterinário para determinar o comprimento ideal.

Privilegie os passeios pela fresca, de manhã cedo ou ao final do dia e não precisa de estimular as corridas. Andar também é bom.

Tenha sempre água disponível. Afinal a hidratação é a chave para combater o calor. Descubra o nosso bebedouro automático. Também pode fazer guloseimas saudáveis geladas. Eles adoram! Conheça uma das nossas receitas de gelados.

Se for à praia, tenha uma sombra com espaço para toda a família incluindo o seu pet. Se tiver um jardim pode ter uma piscina portátil para o cão ou sprinklers de água para ele se refrescar.

Se o cão fica sozinho em casa, e não tem ar condicionado, uma boa forma de arejar e refrescar a casa é ter uma ventoinha (fora do alcance do cão), com uma taça de gelo em frente para que o ar circule mais fresco.

Nunca deixe o cão sozinho fechado no carro. Mesmo que deixe uma janela entreaberta, o calor é demasiado e vai colocar o cão em risco. Fique atento a sinais de golpes de calor como:

  • salivar demasiado
  • arfar
  • perda de apetite
  • vómitos

Se verificar algum destes sinais contacte de imediato o veterinário.

PUB PUB