Os gatos e os seus instintos naturais

Os gatos e os seus instintos naturais

Os gatos são ainda muito selvagens, tendo sido domesticados há relativamente pouco tempo. Por isso, conservam os seus instintos naturais mais apurados. E tem mesmo de ser assim.

Há cerca de 7.000 anos, com a evolução da agricultura, começou a haver excedentes de produção. O que atraiu pequenos animais. E apresentou os gatos ao ser humano. Com o tempo, aqueles que conseguiam partilhar o território com outros gatos, e com seres humanos, começaram a ser valorizados. E passaram a fazer parte da sociedade.

No entanto, essa convivência não significa que os gatos tenham sido domesticados em pleno. Os gatos precisam de arranhar, explorar e perseguir ou caçar. Se tal não acontecer, podem começar a ter comportamentos problemáticos.

Por isso, mesmo que ele seja um gato de interior, certifique-se que lhe proporciona as oportunidades dele manifestar os seus comportamentos normais.

Veja as nossas sugestões para que o seu gato de casa… continue a ser um gato!

Deixe-o “caçar” a comida

Em vez de colocar sempre a comida numa taça, esconda-a pela casa. Ou arranje um puzzle com comida, para que o gato se esforce para a obter.

Brinquedos, fios ou luzes

Um ratinho a corda, um fio a deslizar pelo chão ou até um feixe de luz. Tudo isto estimula o gato a caçar!

Trepadores naturais

Deixe o seu gato trepar à vontade. Eles ficam confortáveis nas alturas, longe dos seus predadores.

Um lugar à janela

Os gatos são naturalmente curiosos e gostam de ver o que se passam à sua volta. Ao ter um lugar à janela, vão-se entreter com os pássaros a passar!

Um gato pode ser uma ótima companhia. Deixe o seu gato ser um gato e vivam felizes na mesma casa.

PUB PUB