Interpretar a linguagem corporal dos gatos

AE PET linguagem corporal gatos | Auchan&Eu

Os gatos são habitualmente discretos, mas podem revelar muita informação sobre a sua disposição através do comportamento e atitude corporal. Na verdade, tudo comunica! Orelhas, pupilas, bigodes, cauda e claro, os miados…

Como interpretar a linguagem corporal dos gatos

Orelhas

As orelhas dos gatos contêm 32 músculos e é também por isso que eles conseguem mover as orelhas separadamente e com grande precisão. Quando as orelhas estão direitas e viradas para a frente o gato está alerta, quando estão em diagonal está descontraído, mas quando estão viradas para traz e rebaixadas o gato poderá estar com medo ou mesmo irritado.

Bigodes

Os bigodes funcionam como antenas e são muito sensíveis ao ambiente. Quando estão numa posição horizontal o gato está descontraído ou curioso. Quando estão viradas para baixo poderá estar assustado e desconfiado.

Cauda

A cauda, para além de proporcionar equilíbrio é um bom indicador do humor do gato: em posição de “antena” significa que está bem-disposto e pronto a sociabilizar, na horizontal revela tensão, e recolhida entre as pernas representa medo. Quando está em movimento lateral rápido pode significar brincadeira ou mesmo “caça”.

Pupilas

Uma piscadela de olhos significa nos gatos, o mesmo que nos humanos…sedução. Quando o gato fecha e abre os olhos para nós está a comunicar empatia. Quando precisa de estar atento ou está assustado, dilata as pupilas para ver melhor, o que acontece também à noite para se adaptar à falta de luz.

Miados

Ronronar é um ato de empatia, é reconhecer que fazemos todos parte do mesmo grupo e que somos bem aceites. É também uma forma de cura porque os gatos conseguem ronronar a 26Hz o que favorece a recuperação de tecidos.

Quanto aos miados, quem tem gatos em casa sabe que eles sabem adaptar o tipo de miado ao que nos querem pedir: comer, abrir uma porta, queixar-se, etc. E se tiverem vários gatos em casa, é fácil identificar que os miados entre eles são diferentes de quando comunicam com os humanos.