Alergias alimentares em gatos

As alergias alimentares são resultado de uma resposta forte, do sistema imunológico do gato, a uma substância presente num alimento. Para que tal aconteça, é preciso que o gato já tenha sido exposto a essa substância antes. Sabendo isto, na verdade não se sabe porque alguns gatos têm alergias alimentares e outros não. Parece haver uma predisposição genética, tanto a questões alimentares como a substâncias que estão no ambiente.

Como perceber se o gato pode ter uma alergia alimentar

Em muitos casos, a reação é dermatológica, ou seja, há qualquer alteração ao nível da pele, que pode tornar a deteção mais fácil.

Comichão na pele

É o resultado mais comum das alergias alimentares. A pele irritada, que causa comichão, pode acontecer um pouco por todo o corpo. Mas estas zonas são as mais comuns:

  • Focinho
  • Orelhas
  • Barriga
  • Virilhas
  • Patas

Este sinal pode afetar tanto o gato, que pode causar um problema por si só. Assim, o gato terá tanta comichão que terá tendência para se lamber excessivamente, podendo causar feridas na pele e, consequentemente, infeções.

Outros sinais de alergia alimentar:

  • Distúrbios gastrointestinais
  • Infeções crónicas nas orelhas e patas

Alimentos com potencial de causar alergias alimentares em gatos

  • Vaca
  • Peixe
  • Frango
  • Laticínios

Na maioria das vezes, o gato poderá ser alérgico a mais do que um alimento, o que pode dificultar a origem da alergia.

Em qualquer caso, identificar o alimento que causa a alergia, ou mesmo confirmar que se trata de uma alergia, pode ser difícil. O caminho será o de constituir uma dieta específica, procurando por eliminação a origem do problema.

Conselhos da equipa do Centro Veterinário MyVet

PUB PUB