Como motivar um gato de interior a fazer exercício físico?

Ao contrário do que se possa pensar, os gatos necessitam de serem exercitados. Apesar do apelo de uma sesta ao sol ser mais forte do que qualquer brincadeira, não quer dizer que não sejam brincalhões. O que acontece é que, confinados ao interior e com comida à discrição, têm tendência a sentirem-se confortáveis. Desta forma, acabam por engordar e mexerem-se cada vez menos.

Além disso, se não tiverem a possibilidade de gastar as energias de forma saudável, acabam por embarcar num rol de comportamentos destrutivos como:

  • arranhar a mobília
  • trepar cortinados
  • atacar as plantas, etc.

Passear fora de casa não é uma alternativa

Neste caso, os donos devem recorrer a outras estratégias para os exercitar. Os gatos devem ter duas sessões diárias de brincadeira com os donos durante 10 minutos, para se manterem em forma. Todo o tipo de brincadeiras serve para os pôr a mexer, desde que despertem entusiasmo. Há gatos que se divertem a rebolar em caixas de cartão, outros necessitam de mais estímulos, como ratos de corda ou bolas penduradas por um fio. Com tempo, o dono vai descobrir o que gostam e usá-lo para encorajar.

Outro bom exercício é subir e descer escadas duas a três vezes por semana. É bem provável que sejam difíceis de convencer, mas os donos podem colocar guloseimas no topo das escadas para motivar. Estas guloseimas pouco calóricas devem ser apropriadas para gatos.

Nos dias em que os donos estejam demasiado cansados para brincar connosco

Uma simples caneta que emita luz numa ponta pode ser a solução para o exercício diário. Vão tentar “caçar” a luz, que pode ser apontada para o chão e as paredes ao nosso alcance.

Mesmo quando os donos não estejam em casa

É importante manterem-se ativos quando estão acordados. Para isso, deve-se providenciar mobiliário próprio como, por exemplo, postes para trepar.

No caso dos gatos verdadeiramente preguiçosos

Os donos podem tentar motivá-los com comida. Para isso, é necessário deixar de ter comida à disposição. Os donos podem reservar 30% da comida para utilizar como recompensa pelo exercício feito. Uma brincadeira que podem fazer é esconder a ração em sítios estratégicos da casa. Ou colocá-la dentro de brinquedos de borracha, pensados especificamente para o efeito. Estes brinquedos têm uma abertura e a comida é colocada lá dentro. Para acederem à comida, têm de gastar energia.
As refeições também podem ser servidas em zonas mais altas, fazendo com que tenham de saltar para as alcançar.

PUB PUB