Os gatos são mesmo assustadiços!

Medos dos gatos: Descubra de quê

É crença popular que os gatos se assustam facilmente. Basta ver uma série de videos de gatos, para ver os saltos que dão quando se assustam com algo!

Embora não existam dados científicos que expliquem alguns medos, parece haver uma série de fatores que aterrorizam os nossos amigos felinos. No fundo, o que pode estar na base é o facto de os gatos se terem desenvolvido num ambiente cheio de predadores. E embora eles mesmo sejam predadores, estão mais abaixo na cadeia alimentar. Assim, este comportamento assustadiço pode ter sido o que lhes salvou a vida, em muitas ocasiões.

A maioria dos medos dos gatos soam-nos ridículos.

Mas para os gatos o medo é bem real. E explica alguns comportamentos agressivos que podem ter.

De que têm medo os gatos?

Pessoas novas

Os gatos não gostam do desconhecido. E por isso, basta ouvirem a campainha a tocar, e correm a esconder-se. Alguns ficam escondidos durante todo o tempo em que há visitas em casa. Outros vão aparecendo de forma sub-reptícia, avaliando o nível de segurança.

Barulhos altos

Aqui cabe tudo o que na casa produz barulho alto – aspiradores, liquidificadores, varinha mágica, máquinas de lavar ou secadores. Qualquer um destes utensílios pode incomodar e assustar muito um gato.
Mas também barulhos da rua, como fogo de artifício, foguetes ou uma tempestade forte.

Sair de casa

Para ir ao veterinário, para ficar no hotel para gatos ou outro local. Tudo quanto seja sair do seu território mete-lhes medo.

Mudança de rotina

Tudo quanto implica uma mudança de rotina é assustador para o gato. De facto, quanto mais igual for a vida do gato, melhor para ele.
Podem ser novos elementos na família, que criam uma nova dinâmica familiar. O bebé que acabou de nascer, um gatinho que se levou para casa ou o novo cachorro.
Pode ser uma mudança de casa. As arrumações, os cheiros, os novos espaços. É muito normal o gato esconder-se durante algum tempo, até que comece a chamar lar à sua nova casa.
Ou pode ser, muito simplesmente, novos horários dos donos, que alterem a rotina do dia.
Tudo isto pode ser fonte de medo e ansiedade para os gatos.

Água

Nem todos os gatos têm medo de água. Na verdade, há algumas raças que até gostam bastante de água.
No entanto, são muitos os que não gostam e têm medo da água.

Ficar preso

Diz-se dos gatos que gostam da sua independência. E embora isto nada tenha a ver com não gostarem de carícias, é verdade que tem de ser nos seus próprios termos. Ou seja, quando lhes apetece.
Agarrar um gato à força, mesmo com a melhor das intenções, pode ser assustador para ele.

Balões

Parece ser um medo universal dos gatos. Quando rebentam, claro. Na verdade, não será assim tão difícil de perceber, tendo em conta que os gatos não gostam de barulhos altos.

Vegetais

Para nós, os vegetais são parte do nosso quotidiano. Para os gatos, alguns vegetais podem parecer um predador, pela sua forma e cor. Os mais assustadores parecem ser os pepinos, abóboras e bananas.
Mas na verdade, se colocar um objeto estranho ao gato, de forma repentina, ele irá assustar-se com qualquer coisa!

Cães

Embora haja muitos gatos e cães que se dão lindamente, o mais natural será não serem os melhores amigos.
Embora ambos sejam animais domésticos, têm formas de estar muito diferentes, o que faz com que não interpretem bem as ações mútuas.

Um gato com medo vai mostrá-lo de várias formas, das mais inócuas às mais agressivas:

  • Esconder-se
  • Enrolar-se
  • Ficar imóvel
  • Pupilas dilatadas
  • Costas arqueadas
  • Pelo em pé nas costas
  • Assanhar-se

A melhor forma de ajudar o seu gato a ter menos medo é através da prevenção. Ao tornar as circunstâncias que metem medo ao gato, coisas banais, vai possibilitar ao seu gato viver mais feliz. Sem medo.

PUB PUB