E agora vou de férias e não posso levar o meu gato?

Vou de férias! Onde deixar o gato?

Todos temos o direito a ir de férias e nem sempre temos a possibilidade de levar os gatos connosco. Se é o seu caso, pense em qual a melhor opção para o gato que tem em casa. Se será deixá-lo num hotel ou ficar em casa, com respetivos cuidados. Conheça os nossos conselhos. E, acima de tudo, “escute” o seu gato e escolha o melhor para ele!

Hotel para gatos

O hotel para gatos é uma opção de muitos donos. Se for esta a sua opção, esteja atento às seguintes questões:

Escolha bem o espaço

Ao visitar os hóteis para gatos, esteja atento com olhos, ouvidos e nariz. Um bom espaço não deve ter barulhos altos, nem cheiros desagradáveis. Lembre-se que os gatos têm os sentidos mais apurados, pelo que podem ficar stressados com tanto estímulo.

Um espaço generoso

O espaço tem de ser grande o suficiente para que o gato possa dormir, movimentar-se e trepar. Além disso, é preciso que a zona da alimentação esteja afastada da zona de higiene. Além disso, os gatos não devem ter contacto com o “vizinho” do lado – nem físico nem visual.

Zona dos cães

Se o hotel também acolhe cães, verifique se ficam próximos. O ladrar excessivo dos cães pode incomodar o seu gato.

Conheça os colaboradores

Deverão existir sempre colaboradores no local, e se possivel, à noite. E deve haver um contacto direto com um veterinário, em caso de emergência. Além disso, leve o boletim de vacinas, com o número do veterinário assistente.

Recrie a sua casa

Leve para o hotel os brinquedos preferidos do seu gato. Também pode levar algumas peças de roupa suas, para que o hotel as vá colocando no espaço. Assim, o seu gato poderá ambientar-se mais facilmente.

Em casa, com cuidados próprios

Na maioria dos casos, esta será a melhor opção. Tanto para o seu gato como para si. Mas esta opção obriga a alguns cuidados:

Tenha uma pessoa de confiança

Pode ser um pet sitter ou uma pessoa amiga ou de família. Seja como for, tente que vão lá a casa duas vezes por dia, sempre à mesma hora. Além de deixar comida e água fresca, e havendo abertura dos seus gatos, esta pessoa pode brincar ou dar carinhos. Para que o seu gato não se sinta tão sozinho.

Prepare-se!

Faça uma lista dos brinquedos e guloseimas preferidas do seu gato. Da mesma forma, ao que gosta de brincar e quais os comportamentos habituais dele. Deixe estas indicações ao pet sitter. Outro ponto importante é o contacto do veterinário assistente.

Deixe uma parte de si

Deixe peças de roupa usadas por si, em sacos selados, por cada dia que estiver fora. O pet sitter poderá deixar uma peça de roupa por dia, no local preferido do seu gato. Desta forma, não se sentirá tão abandonado.

Torne a experiência divertida

Deixe muitos brinquedos, alguns deles para trepar. Crie um espaço bom à janela, para que o gato se entretenha a ver o que se passa na rua. Pode ainda programar a TV para se ligar a uma determinada hora num canal para animais.

Peça notícias

O pet sitter poderá enviar notícias diárias dos seus gatos, com fotos ou vídeos. Dessa forma, ficará mais descansado que o gato está bem entregue

Finalmente, seja qual for a sua opção escolhida, proporcione um difusor de feromonas felinas no espaço do seu gato para garantir o seu bem-estar. E assegurar que fica tranquilo na sua ausência.

Escolha também com base na sua intuição. Ela vai saber o que é melhor para o seu gato!

PUB PUB