Há vantagens em ter dois gatos?

Se observar os gatos de rua, o mais provável é que vivam em colónias grandes. Isto acontece porque os gatos são animais sociais, apreciando a companhia uns dos outros. Adicionalmente, também ajuda a manterem-se protegidos de perigos exteriores.

Mas quando falamos de gatos domésticos, será que esta convivialidade se mantém? Na verdade, depende. Os gatos são animais territoriais, o que significa que gostam de ser donos e senhores do seu espaço. Assim, se o gato estiver habituado, há anos, a ser o único gato da casa, poderá não aceitar bem a chegada de um novo companheiro felino. Pelo contrário, se forem adotados juntos em bebés, ou até de uma mesma ninhada, a probabilidade de se darem bem é bastante elevada.

Vantagens em ter 2 gatos na mesma casa

Entretidos um com o outro

Ao ter dois gatos, eles acabam por se entreter mutuamente e brincar, libertando o dono e a família dessa função.
Outro ponto a favor é a redução da ansiedade do gato, quando os donos se ausentam. Com a presença de outro animal, essa ansiedade pode reduzir-se ou mesmo desaparecer.

Grooming mútuo

Dois gatos irão fazer grooming um ao outro, ficando sempre bem limpos e com o pelo saudável.

Um gato para cada dono

Os gatos costumam ter preferência por um dos seus donos. Assim, se partilha casa com outra pessoa, ter dois gatos pode ser a forma de cada um ter o seu 🙂

A tolerância como um princípio

Forçar um gato a partilhar brinquedos ensina-o a ser mais tolerante com os outros. Inclusivé com os convidados humanos que visitam a casa.

Claro que nem tudo são rosas e ter dois gatos pode não ser adequado, em alguns casos. Assim, se os gatos não se derem bem, e a situação perdurar no tempo, resultando em conflitos mais sérios, ter um segundo gato poderá mesmo estar fora de questão. No entanto, não há que desistir sem se aconselhar primeiro com o médico veterinário, e explorar todas as opções para promover um convívio saudável entre os gatos.

Conselhos da equipa do Centro Veterinário MyVet

PUB PUB