Dicas para tornar as visitas ao veterinário menos stressantes

Qualquer dono de gato dirá o mesmo – ir ao veterinário é das atividades mais stressantes para o gato. E para si, por consequência. No entanto, tal é necessário, no mínimo uma vez por ano, para o check-up. E se o gato estiver doente, será preciso fazer visitas mais frequentes, o que irá aumentar os níveis de ansiedade.

Dicas para visitas ao veterinário

Deixe a caixa de transporte disponível

Na maioria das vezes, a caixa de transporte só aparece quando é usada para colocar o gato, para ir ao veterinário. A associação é imediata e negativa! Assim, pode usar a caixa de forma natural, disponível na casa sempre. Deste modo, o gato poderá explorá-la sempre que quiser, retirando a carga negativa associada.

Coloque mantas e brinquedos na caixa

Ao ter objetos, que o fazem sentir-se bem, por perto, estará a criar um ambiente seguro e acolhedor. Transforme a caixa de transporte num local de recolhimento.

Coloque feromonas em forma de spray na caixa

Se o nível de ansiedade é considerável, o uso de feromonas poderá ajudar a acalmar o seu gato. Fale com o seu médico veterinário acerca das opções disponíveis.

Recompense

Dar guloseimas ou mimo extra são boas formas de incentivar o gato a entrar na caixa, de livre-vontade. E também para ajudar a acalmar o seu gato.

Acalme-se

É natural que fique ansioso quando antecipa a reação do seu gato à visita ao veterinário. No entanto, o gato irá sentir o seu nervosismo. E, dessa forma, validar que o que sente tem razão de ser. Por isso, tente acalmar-se e passar ao seu gato essa tranquilidade, para que o seu gato possa dela beneficiar.

Ajude-o a estar confortável na sala de espera

O mais normal é ter de esperar para ser atendido, e a espera pode ser desafiante para o seu gato. Geralmente o espaço tem vários animais, nomeadamente cães, e nenhum deles terá vontade de lá estar.
Tente sentar-se num local mais tranquilo e colocar a caixa de forma a que o gato fique virado para a parede. Coloque uma toalha em cima e fique junto dele. Fale com ele de forma calma e dê-lhe festas.

Ajude a tornar a consulta menos stressante

Antes de começar o exame, fale com o médico veterinário sobre o seu gato. Se estiver especialmente ansioso, diga-lhe isso, para que possa ajustar a sua atitude.
Se for possível, deixe o gato na caixa de transporte no início do exame. Desta forma, ele está num espaço um pouco mais seguro e tendencialmente, sentir-se-á menos ansioso. Quando for altura de o retirar, faça-o com gentileza. Se for possível, coloque a toalha, que trouxe na caixa, sobre a mesa.

Porque é tão stressante os gatos irem ao veterinário?

Os gatos são territoriais e, por isso, precisam de sentir controlo no ambiente onde estão. Além disso, são extremamente sensíveis aos cheiros, pelo que mudanças nesta área também são passíveis de causar stress.

Conheça alguns fatores de stress nas visitas ao veterinário:

  • Desconforto, dor ou doença
  • Falta de controlo
  • Mudança na rotina
  • Falta de poder de fuga
  • Experiência negativa anterior
  • Estranheza ao manuseamento

Com estas dicas, esperamos que as visitas ao veterinário fiquem mais toleráveis. Para que nunca fique em causa o acompanhamento médico de que todos os gatos precisam, para maior qualidade de vida.

PUB PUB