Importância de uma alimentação adequada durante a gestação

Alimentação durante a gestação: Cuidados a ter

A alimentação é dos fatores mais importantes para uma gravidez bem sucedida. Tal como acontece com os humanos, é necessário adequar a alimentação a uma nova condição da gata. Neste período, a futura mãe precisa de energia extra. Não só para assegurar que os gatinhos se desenvolvem da melhor forma, mas também para quando nascerem.

Deste modo, uma gata de baixo peso pode não conseguir desenvolver os seus gatinhos. E manter-se saudável durante a gravidez.

Para assegurar o normal desenvolvimento dos gatinhos, e uma mãe de boa saúde, a alimentação tem de assegurar um aumento de calorias e proteínas. Para que isso aconteça, tem de haver um ajuste no alimento que é fornecido. Assim, a comida habitual que é dada a gatos adultos não é a melhor opção para gatas grávidas.

Uma boa opção é dar alimento adequado a gatinhos. Este assegura mais calorias e proteínas, essenciais ao desenvolvimento dos gatinhos e energia da mãe. É ainda de digestão mais fácil. Além disso, facilita o início da alimentação sólida dos gatinhos, depois de deixarem de mamar. Por imitação da mãe, os gatinhos experimentam o alimento sólido, adequado à sua idade.

Quais as prioridades nutricionais que a alimentação deve assegurar?

  • Calorias, para crescimento dos gatinhos e produção de leite da mãe
  • Proteínas, para crescimento e desenvolvimento dos gatinhos
  • Gordura, para ir ao encontro das necessidades calóricas
  • Cálcio e fósforo, para crescimento dos ossos dos gatinhos e produção de leite da mãe
  • Digestão fácil, para fornecer mais calorias em menos alimento

Como fazer a transição de alimento?

No que diz respeito à alimentação dos nossos gatos, raramente é indicado trocar um alimento por outro de forma abrupta. Não havendo contraindicação médica, aproximadamente a partir das 4 semanas (a meio da gravidez) pode começar a fazer-se a transição alimentar. Este alimento deve manter-se até que os gatinhos deixem de mamar. Nessa altura, a mãe gata pode voltar à sua alimentação normal.

Finalmente, lembre-se que as gatas precisam mesmo de mais alimento, para ter uma gravidez saudável. No momento do parto, é natural que comam mais, entre 25 a 50%, relativamente à dose habitual. Esteja atento ao peso da sua gata grávida, e ajude-a a ter uma ninhada de gatinhos saudáveis.

PUB PUB