Como acalmar o seu gato nas festas de verão

As festas de verão fazem-se de música, barraquinhas de farturas e fogo de artifício. E embora as pessoas adorem a animação, os gatos têm tendência a não gostar mesmo nada de tanto barulho. E, no limite, podem ficar mesmo muito ansiosos.

Tipicamente, os donos de gatos tendem a não se preocupar tanto com esta questão. Principalmente em relação aos donos de cães. Mas, na verdade, os gatos também sofrem bastante com o fogo do artifício. Simplesmente têm uma forma diferente de o demonstrar. O mais natural será o gato esconder-se até o “perigo” passar. E nem chatear o seu dono a esse respeito!

O maior risco, associado ao fogo de artifício, é a fuga do gato.

Assim, uma ótima forma de garantir que o seu gato fica em segurança é garantir que ele não consegue sair de casa. Assim, feche janelas e vede o acesso a varandas.
Também é aconselhado colocar um microchip no seu gato, sendo que já foi aprovada nova legislação a este respeito. Deste modo, se num momento de distração, o seu gato se assustou e conseguiu fugir, tem mais hipóteses de alguém o encontrar e devolver em segurança.

Para evitar a ansiedade associada ao barulho do fogo de artifício, a prevenção é a palavra chave.
Estimule o seu gatinho até às 7 semanas de idade, com recurso a estímulos sonoros. Pode fazê-lo com gravações de sons, para que se vá habituando.

Adicionalmente, conheça algumas dicas que poderão ajudar a lidar com o medo do fogo de artifício.

Com ele, em casa

Se o seu gato fica muito ansioso, irá ajudar ter o seu dono por perto. Veja o fogo de artifício da janela!

Uma zona segura

Criar uma zona de segurança em casa, onde o gato se possa refugiar, é uma ótima forma de antecipar a situação de risco. A zona segura pode ter ainda obstáculos ao ruído, como cobertores.

Nas alturas, em segurança

Tenha acessíveis locais para onde o gato possa saltar e ficar elevado. Por alguma razão, os gatos sentem-se mais seguros quando estão no topo.

Sem reprimendas

O gato não fica ansioso de propósito. Não lhe ralhe, só vai piorar o estado dele.

As feromonas ajudam

Estes produtos ajudam a apaziguar o animal. Neste sentido, ele irá conseguir adaptar-se melhor a situações potenciadoras de stresse. Importa referir que estes produtos não têm efeitos secundários e não necessitam de receita médico-veterinária. No entanto, convém existir algum aconselhamento veterinário antes de utilizar estes produtos.

Em todo o caso, a ansiedade no seu gato pode estar sempre presente. Esteja atento e tente minimizar os seus efeitos!

PUB PUB