A vida de um gato esterilizado

A vida de um gato esterilizado - Que cuidados ter?

Um gato esterilizado sofreu uma série de alterações metabólicas:

  • mais apetite
  • risco de obesidade
  • maior risco de doenças urinárias

A alimentação adequada deve ter mais proteínas, do que gordura, para que o gato receba mais nutrientes e menos calorias. A dieta deve saciar a fome mesmo que tenha menos calorias. Alimentos com mais fibra são ideais.

O alimento para os gatos deve estar sempre disponível. Devemos é encontrar estratégias que dificultem a ingestão e simulem o acto de caçar. Pode, por exemplo, usar:

  • comedouros interativos
  • brinquedos que libertam biscoitos
  • espalhar comedouros por diferentes locais da casa

Porque muitos gatos gostam de ir petiscando ao longo do dia, pode deixar a comida à disposição, desde que respeite a quantidade diária recomendada.

Fazer exercício também contribui para evitar a obesidade. Se ele não tem outros gatos para brincar, estimule a brincadeira e as corridas, com os seus brinquedos favoritos. Pode esconder alguns alimentos, de forma a obrigá-lo a manter-se ativo e a ter que “trabalhar” pela comida.

 

PUB PUB