Treino e reforço positivos, dois aliados de peso para o seu cão

Ensinar um cão a viver em sociedade é essencial para que o cão, e a família que o acolhe, seja feliz e integrado. Existem várias formas de treinar um cão. O reforço positivo é uma delas. Como indica o nome, reforço implica um comportamento que se repete. E positivo, o dar algo em troca desse comportamento. Assim, o reforço positivo é um tipo de treino que assenta em dar uma recompensa quando o cão tem o comportamento desejado.

Essa recompensa podem ser guloseimas, um brinquedo, um mimo especial ou até um passeio à rua. A comida funciona sempre bem, mas ter atenção do dono é algo também muito apreciado pelos cães.

Quando o comportamento tido é indesejado, não existe um castigo sob a forma de reprimenda. Assim, ou o comportamento é ignorado ou é retirado algo que o cão gosta – uma guloseima ou o brinquedo preferido.

O reforço positivo tem sido considerado, por muitos especialistas, como o mais adequado e eficaz. Um comportamento que gere recompensas é mais provável de ser repetido. Faz todo o sentido não faz?

Conheça 5 passos para aplicar o reforço positivo no treino do seu cão

Para treinar o seu cão com este método, pode usar guloseimas. Ou até a ração habitual, podendo fazer o treino quando o cão está em jejum. Só deverá ter atenção para não correr o risco de sobrealimentar o cão, enquanto decorre o treino.

Escolha expressões curtas para cada comportamento

Palavras como senta, fica, deita são fáceis de entender para o cão. Toda a família deve usar as mesmas, para conseguir consistência.

Recompense de imediato

Ou seja, em segundos. Além de dar a guloseima, recompense verbalmente com uma expressão entusiástica.

Curto e divertido

As sessões de treino servem para ensinar, mas também para reforçar os laços afetivos entre si e o seu cão. Além disso, queremos que o cão associe uma experiência boa aos comportamentos desejados, por isso quanto mais divertido melhor!

Retire as guloseimas gradualmente

As guloseimas servem para ensinar. Assim que o cão obedeça ao comando, de forma consistente, comece a retirar, dando umas vezes e outras não. Mas a recompensa verbal deve ser sempre dada.

Mantenha o reforço positivo

Mesmo depois do cão estar treinado, obedecer a comandos e ter o comportamento esperado, o reforço positivo mantém essa consistência. E assegura a manutenção de sentimentos de confiança mútua.

Uma boa ajuda a este tipo de treino é recorrer a um clicker. Um clicker é um pequeno aparelho com um botão que, ao ser premido, emite um som (o click). Serve para marcar o comportamento desejado. Assim, pode usar o clicker em conjunto com a guloseima, para reforçar e marcar o comportamento.

Além do reforço positivo ser uma ótima forma de treinar o seu cão, pode ser usado por toda a família. Incluíndo crianças! Com supervisão, pode dar aos miúdos uma mão cheia de guloseimas e dizer-lhes os comandos que devem dar. É uma brincadeira para crianças e para o cão. E também dá responsabilidade conjunta no treino do cão da família.

PUB PUB