Como reconhecer a dor em cães?

Como reconhecer a dor em cães?

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, podemos reconhecer a dor e demonstrá-la. Sendo assim, é importante aprender a reconhecer estes sinais, já que podem ser subtis e, à partida, pouco evidentes.

A mudança de comportamento é um dos primeiros indícios

Quando estamos com dores, podemos recusar as brincadeiras com os donos, mesmo aquelas de que mais gostamos. Também podemos tornar-nos agressivos, embora nem sempre aconteça. Trata-se de um mecanismo de defesa completamente normal e deve ser levado em conta na hora da avaliação. Temos esta reação, principalmente quando o local da dor é tocado ou quando o dono faz menção em tocá-lo.
Muitas vezes, podemos apresentar apenas uma postura arqueada, isto é, com a nossa coluna a fazer uma curvatura. Podemos movimentar-nos devagar e ainda ter alguns tremores. Na maioria das vezes, isso é causado por dores abdominais ou na coluna.

Outro sinal bastante importante é a expressão

Os donos podem pensar que não temos expressões tão bem definidas, mas devem ter atenção às pupilas dilatadas, à posição das orelhas e a uma expressão geralmente tensa, frequentemente acompanhada de um arfar constante e sem motivo aparente.
A falta de apetite é um ponto que se deve ter em conta, pois quando estamos com dores podemos recusar qualquer tipo de alimento. Em casos mais severos, podemos diminuir até a ingestão de água.
O uivo intenso também pode ser um indicativo de dor, porém deve ser observado e comparado a outros sinais, pois podemos uivar mesmo sem sentir dor.
Avisa os teus donos que, em caso de qualquer alteração no teu comportamento, o médico veterinário deve ser consultado para ser feito um diagnóstico correto.

PUB PUB