Pulgas nos cães, mesmo no inverno?

Pulgas nos cães, mesmo no inverno?

As pulgas são parasitas que preferem o tempo quente. No entanto, também há pulgas no inverno!

Como preferem ambientes quentes, no inverno as nossas casas são muito mais convidativas. Os ovos podem estar “armazenados” em qualquer local da casa como, por exemplo:

  • tapetes
  • debaixo dos móveis
  • junto aos rodapés
  • dentro do saco do aspirador

As larvas nascem nesses locais, dando origem a pupas, que sobrevivem sem contacto animal durante meses. É só após atingir a fase adulta que a pulga precisa de um hospedeiro para se alimentar e reproduzir o ciclo, e pôr mais ovos. Por isso mesmo, o cão deve ser tratado todo o ano, utilizando para o efeito produtos inseticidas como pipetas spot-on, coleiras ou comprimidos, sempre de acordo com as indicações do médico veterinário.

Se o cão viaja habitualmente de carro, tanto o automóvel como a caixa de transporte devem ser bem limpos. Isto porque as pulgas podem alojar-se nesses locais.

Os tecidos (mantas, caminhas de pano, etc) também são locais onde podem existir pulgas. Neste sentido, deve lavar a temperaturas altas, na máquina, para assegurar que as elimina eficazmente.