Como prevenir e detetar a diabetes em cães

Como prevenir e detetar a diabetes em cães

A diabetes é uma doença grave. Afeta humanos e também animais, nomeadamente cães. Saiba como prevenir esta doença, e também como estar atento aos sinais, para um diagnóstico precoce.

A diabetes mais comum nos cães é a diabetes mellitus, ou a diabetes do açúcar. É uma doença metabólica, que afeta a forma como o organismo transforma alimento em energia para o corpo.

Sinais da diabetes

Estes sinais são os mais precoces. Esteja atento, pois quanto mais cedo for diagnosticada a doença, mais eficaz será o seu tratamento.

  • beber muita água
    Esvaziar a tigela da água com maior frequência é um sinal comum de diabetes
  • urinar excessivamente
    Urinar é a forma de expelir o elevado nível de açúcar no sangue
  • perda de peso
    Pelo facto de não conseguir transformar alimento em energia, e mesmo comendo muito, a perda de peso é um sintoma a ter em conta
  • apetite exagerado
    Relacionado com o ponto anterior. Como não consegue ter energia, come mais para suprir as necessidades

A forma de diagnosticar o cão para a doença diabetes é através de análise ao sangue.

Relativamente à prevenção, é de facto a melhor forma de tentar evitar que o cão tenha diabetes. Além de ser feita de ótimas opções para o estilo de vida do cão.

Como prevenir a doença diabetes

  1. Ir ao veterinário regularmente
    Ao manter uma rotina de check-up ao seu cão, estará a contribuir para uma melhoria da sua saúde, pois eventuais doenças podem ser detetadas precocemente.
  2. Esterilize a cadela
    As cadelas não esterilizadas têm maior probabilidade de ter doença diabetes. De facto, as flutuações dos níveis de progesterona podem fazer aumentar o risco de diabetes.
  3. Exercite o seu cão
    Manter o seu cão com peso saudável é uma ótima forma de prevenir a diabetes. Além disso, o exercício também reduz os níveis de açúcar no sangue. Dê passeios grandes com o seu cão – não se esqueça que eles têm mais energia que nós!
  4. Compre alimento de qualidade
    Selecione aquele que for mais adequada à idade, raça, tamanho ou condições do seu cão.
  5. Dê a dose certa
    Não alimente o cão em demasia. Se e quando quiser dar guloseimas, ajuste a quantidade do alimento habitual.

Com estes cuidados simples, e estando atento aos sinais precoces, está a ajudar o seu cão a ficar livre de diabetes. Para uma vida mais saudável e cheia de energia.

PUB PUB