Preparar a casa para receber um cão

AE pet casota web | Auchan&Eu

Um cão traz muita felicidade a uma família, sendo um ótimo companheiro de brincadeiras e mimo. E é também um ser vivo, com as suas necessidades e comportamentos, que passa a ser responsabilidade de quem o adota.

Assim, a decisão de ter um cão é importante e deve ser bem ponderada… afinal, é uma decisão para a vida!

Tomada a decisão, e como em muitas mudanças na dinâmica familiar, é preciso preparar a casa, para que tudo corra bem, para o cão e para a família que o acolhe. A preparação pode variar com a idade do cão. Um cachorro irá precisar de uma alimentação específica e gradual, e possivelmente maior proteção da casa, para evitar acidentes. Já um cão adulto irá dispensar alguns cuidados, mas poderá precisar de maior atenção a questões médicas, dependendo da idade.

Conheça alguns cuidados a ter, para que a chegada do cão à família seja repleta de momentos felizes.

O que preparar para receber um cão

Reunião familiar

Se a família tem vários elementos, é preciso que estejam de acordo com a decisão e em algumas premissas do dia-a-dia. Por exemplo, quem será responsável por o levar à rua? E por lhe impor limites? Ou dar a alimentação?

Será mais simples para o cão ter um cuidador primário; aquele que é a sua referência para o que precisa e a quem recorre. Naturalmente o cão irá escolher um, por isso mais vale acordar essa questão de antemão.

Mantimentos e acessórios

Embora um cão não precise de imenso, estes ítens deve assegurar para começar a vida com o seu cão:

A casa

Pode fazer sentido bloquear o acesso a algumas áreas da casa, principalmente em cães mais jovens. Se for um cachorro, o ideal é escolher uma divisão da casa onde ele esteja, que seja fácil de limpar, para facilitar a higiene e limpeza. Se necessário, pode instalar portões com grades entre divisões; desta forma, o cão vê a família, mas não tem acesso a uma determinada área, sem supervisão.

Ajuda específica

É boa ideia tirar alguns dias para receber o cão em casa, e não o deixar logo sozinho muito tempo. Se não o puder fazer, considere ter alguém que vá a casa acompanhar o cão e levá-lo a passear, para facilitar a transição. Existem serviços de petsitting, que pode depois também usar em períodos de ausência.

Treino

Não sendo uma prática habitual, ajuda muito a tornar o treino do cão mais fácil. Principalmente se nunca teve cães, uma ajuda especializada pode ser a ferramenta certa.

Viagem para casa

Se for de carro, tente ir acompanhado, para que o cão tenha companhia junto dele. E não se esqueça da segurança no carro, com a colocação de uma caixa ou cinto de segurança específico.

Depois de chegar a casa, começa a verdadeira aventura! Mas com a devida preparação, e alguma paciência, será uma aventura divertida para todos.

Conselhos da equipa do Centro Veterinário MyVet