Pode-se oferecer ossos?

Pode-se oferecer ossos?

Oferecer ossos aos cães constitui uma boa distração

Conseguem ser mais do que um passatempo, uma vez que também são ótimos para a nossa higiene oral. Neste sentido, auxiliam na remoção do tártaro. Além disso, possuem proteínas e sais minerais que são apropriados para a nossa dieta.

Contudo, avisa o teu dono que nunca te deve dar ossos de aves ou de coelho

Os ossos destes animais são mais perigosos por serem pequenos e fáceis de engolir, o que pode causar graves consequências. Adicionalmente, quando mordemos o osso de frango ou de coelho, formam-se pontas aguçadas. Estas, ao serem engolidas, podem perfurar os órgãos e causar hemorragias, infecções ou mesmo a morte. Além disso, por serem menores, podem ficar presos na garganta.

Não existe consenso quanto aos ossos de couro

Enquanto alguns profissionais defendem que não representam nenhum risco para a nossa saúde, outros garantem que não são uma boa opção. Isto acontece porque, à medida que ficam moles com as nossas mordidelas, podem ser engolidos com maior facilidade. E desta forma podem bloquear a garganta ou, até mesmo, o intestino. O ideal é o teu dono dar-te um osso e observar-te enquanto o róis. Assim, se ocorrer algum acidente, estará próximo para controlar a situação.
Uma dica importante para o teu dono é sempre fornecer ossos que tenham, pelo menos, o dobro do tamanho da tua boca quando aberta. Assim, não vais conseguir engolir tudo de uma vez, diminuíndo os possíveis riscos. Quando o osso estiver bastante roído e tiver diminuído de tamanho, o ideal é oferecer-te outro de substituição.

PUB PUB