Quais os riscos de alimentar cães com carne crua?

Nos últimos anos, tem crescido uma vaga de donos de cães que pensam dar alimentos crus aos seus cães. Estes alimentos, além de incluir carne crua, pode incluir também vegetais, fruta, ossos, leite não pasteurizado e ovos crus. Esta opção tem causado bastante controvérsia, nomeadamente entre a comunidade médica veterinária, pelos riscos que envolve.

Quais os riscos de alimentar cães com carne crua?

Ameaça à saúde do cão e dos donos

Derivada às bactérias e parasitas presentes na carne crua, o que acontece na larga maioria dos casos. Há estudos que demonstram que os cães podem ser infetados por bactérias resistentes a antibióticos. O que aumenta o perigo de saúde pública.

Adicionalmente, os donos podem contrair doenças pelo contacto com o cão, a comida, os utensílios ou até as fezes contaminadas. Por exemplo, se o cão lamber o dono depois de ter ingerido carne crua contaminada.

Uma dieta não equilibrada

Esta opção pode afetar a saúde do cão, se for dada por um longo período de tempo. Assim, um pedaço de carne crua não oferece todos os nutrientes minerais e vitaminas, que o cão precisa para ser saudável.

Por exemplo, é essencial dar uma alimentação rica em cálcio, para o crescimento de ossos saudáveis. Assim, seria preciso fazer refeições nutricionalmente equilibradas, o que nem todos os donos saberão como fazer.

Perigo dos ossos

Podem sufocar o cão, partir dentes ou até causar uma perfuração interna

Além dos perigos da carne crua dada diretamente, existe também carne crua vendida comercialmente. Numa análise feita a estes alimentos, concluiu-se que a presença de bactérias também é uma realidade.

Em que consiste uma alimentação crua?

  • Carne dos músculos, ainda com osso
  • Ossos
  • Carne dos orgãos, como fígado e rins
  • Ovos crus
  • Vegetais, como brócolos, espinafres e aipo
  • Fruta, como maçãs
  • Alguns laticínios, como iogurte

Antes de considerar a hipótese de optar por este regime alimentar, fale com o seu médico veterinário e meça bem os riscos. O seu cão agradece.