Canário

Canário

De temperamento calmo convivem bem com outras aves.

Os Canários vivem muito bem em qualquer ambiente, e em qualquer clima, dando-se melhor em climas temperados.
Podem ser criados numa sala de estar, numa gaiola simples, ou mesmo ao ar livre.

  • Família: Fringillidae
  • Origem: Açores, Canárias e Madeira
  • Altura média: 13-14 cm
  • Expectativa de Vida: 14-15 anos

Temperamento

Os Canários têm um ótimo convívio com outras aves e também dividem muito bem o espaço entre si, sem agressões. O único senão é não se misturarem com outras espécies de tentilhões, uma vez que podem cruzar e as crias serem estéreis. Os Canários, geralmente, gostam muito de tomar banho, razão pela qual é preciso prender uma tina de banho à gaiola.

Cuidados a ter

Os Canários são animais granívoros, isto é, as sementes são a base da sua dieta, mas também podem comer alimentos à base de ovos ou frutas. Convém deixar disponível também arenito, que é importante para as necessidades digestivas do Canário.

Alojamento

Deve estar num local iluminado, com uma boa circulação de ar mas é necessário evitar a corrente de ar direta e mudanças bruscas de temperatura, especialmente na altura de mudança das penas. O tamanho ideal para um casal será entre 35 e 40 centímetros de comprimento e 30 centímetros de altura e de profundidade. As aves têm preferência por um ninho aberto, que pode ser construído com uma grande variedade de materiais, entre os quais, uma corda de sisal desfiada.

Características inatas

De forma geral, os Canários são calmos mas algumas aves podem ser mais agitadas. Mesmo os Canários mais agitados dão-se muito bem com os criadores, podendo ter uma relação até bastante próxima, sem nunca serem tão domesticados como um periquito ou um papagaio, por exemplo.

Saúde

Os sintomas de cerca de trinta doenças diferentes são mais ou menos os mesmos, tornando-se, assim, difícil a sua definição. O pássaro perde vivacidade, fica muito quieto, como que inchado, com as penas abertas e os olhos sem brilho. Também uma gordura ou magreza excessivas, o abdómen muito encolhido ou distendido, as penas do pescoço sujas ou as narinas a supurar são sintomas certos de doença. Um pássaro doente assenta sempre nas duas pernas quando dorme, enquanto um pássaro saudável apenas dorme sobre uma.