Arara

Arara - PETS | Jumbo&Eu

Dócil e muito sociável, a Arara precisa de muita atenção e carinho.

As Araras são aves extremamente dóceis e com um instinto sociável muito forte. Se habituadas desde uma idade precoce, podem conviver de uma forma muito agradável com humanos, criando laços de afetividade muito fortes.

  • Família: Psittacidae
  • Origem: México, América do Sul
  • Altura média: Alt: 76-86 cm
  • Expectativa de Vida: 70 anos

Temperamento

As Araras são aves extremamente dóceis e com um instinto sociável muito forte. Se habituadas desde uma idade precoce, podem conviver de uma forma muito agradável com humanos. Os laços de afetividade são muito fortes com todos os membros da família. Um fator importante a ter em conta é que elas precisam dos mesmos cuidados que um cão, gato, ou qualquer outro animal, e vivem mais tempo que estes.

Cuidados a ter

Existe alimentação especial para araras, que pode ser complementada com outros complexos minerais e vitaminas. A Arara gosta muito de frutas, à exceção do abacate, com efeito venenoso para a ave. Deve ter, ainda, à sua disposição uma mistura especial de arenito, calcário e carvão. Sendo uma ave que rói constantemente, pode-se-lhe facultar ramos frescos de salgueiros ou de qualquer outra árvore de fruta para o efeito.

Alojamento

As Araras precisam de muito espaço quando criadas em cativeiro. As gaiolas devem ser grandes e amplas, já que as suas grandes asas e cauda podem ficar danificadas devido ao espaço reduzido. Devem poder abrir as asas com tranquilidade e a cauda não deve tocar no chão da gaiola ou aviário. Não podem enfrentar condições de temperatura muito adversas, como a geada.

Características inatas

A Arara precisa de muita atenção e carinho, caso contrário, poderá apresentar uma plumagem deficiente, entre outras perturbações de comportamento. Apesar de não poderem ficar isoladas numa gaiola, não podem ser colocadas com outras aves de menor porte.

Saúde

As Araras gostam muito de tomar banho frequentemente, principalmente nos dias quentes, e apreciam ser borrifadas com um jato de água ultrafino. Mesmo durante os meses de inverno, estas aves gostam do banho. Mas convém certificar-se que a água do borrifador está morna, ao invés de fria. As aves que estiverem em recintos fechados devem ser borrifadas todos os dias.