Diga Olá à Primavera com uma “pele de Inverno” revitalizada

Quando o Inverno chega ao fim, não só o nosso corpo pede por calor, como também a nossa pele precisa de recarregar baterias depois de tanto frio e secura. Na transição para a Primavera, se há passo na sua rotina de skincare que não pode faltar é a esfoliação.

Tal como fazemos a troca de roupa no nosso armário, quando a nova estação chega, o mesmo acontece com a nossa pele.

Se na passagem do Inverno para a primavera trocamos as lãs por roupas mais frescas e leves, também a nossa pele precisa de um boost para enfrentar o sol e o tempo primaveril. É aqui que entra a esfoliação – a sua melhor amiga na hora de revitalizar a pele seca de inverno. Várias vezes ouvimos falar na esfoliação como um passo importante numa rotina de beleza completa, mas será que temos noção da sua importância?

A verdade é que a esfoliação é uma ótima ajuda no que à renovação da pele diz respeito. Ao eliminar células mortas e as impurezas, a pele vai ficar mais do que pronta para receber os passos seguintes, como o da hidratação, ao mesmo tempo que fca preparada para encarar os desafos que o dia a dia traz consigo. Para além disto, promove ainda a redução de marcas de acne e manchas, evita problemas como os pelos encravados, ao mesmo tempo que promove a diminuição da oleosidade.

Mas quantas vezes deve recorrer a este método?

No que ao corpo diz respeito, convém que não repita o processo mais do que uma vez por semana ou de duas em duas semanas. Isto porque esfoliar em excesso pode provocar irritações, sensibilidades, podendo ainda remover a proteção natural da pele e provocar a sua escamação. Não há nada melhor do que uma esfoliação corporal para se ver livre das células mortas da pele seca que frequentemente sentimos no Inverno.

Outra coisa a ter em atenção na hora de esfoliar é a escolha dos produtos indicados para a parte do corpo que quer revitalizar. É de evitar utilizar, no corpo, esfoliantes que sejam indicados para o rosto e vice-versa. Não só o esfoliante para o rosto contém menos percentagem hidratante – podendo secar em demasia a pele do corpo –, como os esfoliantes corporais têm os grãos mais grossos do que os anteriores, de forma a fazer frente a regiões mais resistentes, como é o caso dos calcanhares, joelhos e cotovelos, por exemplo. Por isso, escolha bem os produtos que quer utilizar e não os misture: cada um no seu quadrado – ou melhor, parte do corpo.

Esfoliação em casa

Quer acrescentar este passo à sua rotina, mas não lhe está a apetecer gastar dinheiro com isso? Hoje trazemos-lhe uma boa notícia. Existem várias formas de “construir” o seu próprio esfoliante, tudo com ingredientes que pode ter nas prateleiras da sua despensa.

A primeira mistura requer apenas dois ingredientes: açúcar e mel

Esta combinação é excelente para a esfoliação e hidratação da pele. O primeiro passo é encher uma colher de chá com açúcar e depois juntar-lhe meia colher de chá de mel. Quando tudo estiver misturado, é só aplicar os ingredientes sobre o seu corpo, massajando durante 5 minutos.

Uma outra hipótese é juntar uma chávena de óleo de coco, 200 gramas de açúcar e 1 colher de chá de creme hidratante.

Tal como na opção anterior, basta misturar todos os ingredientes e depois espalhar a mistura pelo seu corpo, massajando durante alguns minutos. E não se esqueça, seja gentil. Esfoliar não é sinónimo de arranhar. Movimentos leves e circulares são a melhor opção!

Artigo realizado pela Brand Story Content da Global Media Group para a Revista A minha Saúde e Bem Estar da Auchan, Edição nº71, 2021
PUB PUB