Dos desodorizantes aos antitranspirantes, desmistificando os mitos

AE MODA desodorizantes antitranspirantes web | Auchan&Eu

Sabia que o suor não tem odor?

São os microorganismos que estão presentes na superfície da nossa pele que, em contacto com o suor, libertam substâncias com um odor menos agradável.

O que escolher: desodorizantes ou antitranspirantes?

Se tem a sorte de não transpirar muito, então basta optar por um desodorizante, cuja função é apenas a de mascarar o odor corporal.

Por outro lado, se tem tendência para transpirar muito, deve escolher um antitranspirante já que este, para além de ter a mesma função do desodorizante, ainda controla a produção de suor. Cria uma película protetora nos poros das glândulas produtoras de suor, a qual vai desaparecendo ao longo do dia. Os antitranspirantes têm normalmente álcool e ativos antibacterianos na sua composição, ajudando a reduzir o número de bactérias na pele.

No caso de ter a pele mais sensível a fragrâncias, principalmente se for para aplicar após a depilação, existem desodorizantes e antitranspirantes sem perfume. Ambos existem também em vários formatos: sprays, roll-on ou cremes, pelo que é uma questão de experimentar qual se adapta melhor à sua preferência.

Dica: pode também aplicar antitranspirante à noite, principalmente nos meses mais quentes.

Desmistificando o mito sobre os sais de alumínio

Durante uns tempos circularam notícias de que os saís de alumínio presentes normalmente na fórmula dos antitranspirantes tinham relação com a incidência de cancro da mama, mas o National Cancer Institue publicou no seu site de que não passa de um mito e que não existem investigações que sustentam esta teoria.

[instagram-feed]