Dicas para estimular a solidariedade nas crianças

As crianças podem ser estimuladas para tomar consciência do mundo que as rodeia e através de pequenos gestos começar a desenvolver um sentido solidário. O adulto tem um papel decisivo no despertar deste interesse na criança através do seu próprio exemplo e das ações que podem fazer em conjunto desde cedo. Aqui vão algumas ideias:

  • Ensine-os a ficar agradecidos: crie com os miúdos cartões de agradecimento para eles oferecerem a alguém que teve um gesto de entreajuda.
  • No Natal peça-lhes para fazer uma recolha de brinquedos em bom estado para eles doarem a crianças que não têm acesso a prendas. Faça a entrega numa instituição com a ajuda da criança.
  • Se tiver contato com um sem-abrigo na presença da criança, explique a situação e ofereça uma refeição.
  • Se se cruzar com uma pessoa idosa em dificuldade sugira à criança ir ajudar a carregar as compras, atravessar a estrada, etc. para ela assistir e contribuir.
  • Nas visitas médicas ou a um lar onde possam estar avós ou familiares, leve um cestinho de biscoitos para a criança oferecer a todos, incluindo os funcionários do estabelecimento. Pode replicar este gesto em instituições de voluntariado para os funcionários: por exemplo bombeiros voluntários, centros de acolhimento, etc.
  • Participar em ações solidárias e depois de explicar à criança, estimular para que seja ela oferecer o produto (ex: numa ação solidária de recolha de alimentos para cães e gatos a criança pode participar ativamente porque compreende facilmente a causa em questão;  numa plantação de árvores, etc).