É possível ensinar as crianças a serem solidárias? Sim! A motivação começa em família.

A solidariedade é um valor que pode ser definido como a tomada de consciência das necessidades dos outros e o desejo de contribuir e colaborar para a sua realização. A solidariedade ensina-se e transmite-se às crianças, sobretudo através do exemplo. De um modo geral, as crianças imitam os comportamentos dos pais e é assim que vão adquirindo de forma inconsciente valores e competências.

Aqui ficam algumas sugestões para tornar as crianças mais solidárias:

– Ensine as crianças a colocarem-se no lugar do outro. A partir dos 3 anos de idade, as crianças já começam a ter mais consciência do outro, do que é partilhar, ajudar e colaborar.

– Fale com os mais pequenos sobre situações que estão bem e que estão mal, e de que forma eles podem colaborar ou ajudar a melhorar a situação.

– Na escola, é importante trabalhar a empatia nas crianças, despertar a preocupação com outros. Ajudar os mais pequenos a levar a mochila, partilhar o material escolar com os colegas que se esqueceram.

– Em conjunto com a criança selecionem alguns brinquedos e roupas que já não use para oferecerem a uma instituição.

– Quando um membro da família ou um amigo estiver doente, incentive a criança a fazer-lhe um desenho ou escrever uma carta.

– Participem em conjunto em trabalhos de voluntariado, como por exemplo ações de recolha de alimentos para pessoas necessitadas ou para associações amigas dos animais.

– Ser solidário deve fazer parte da educação diária.