Parar as fitas e fazer as pazes

Parar as fitas e fazer as pazes: Conheça algumas dicas

As crianças têm fases em que o “não” está sempre presente, até em rituais e tarefas que já tinham sido assimilados. Os adultos têm de redobrar a paciência nestas fases, que também fazem parte da afirmação e do crescimento.

Aqui vão algumas dicas para “sobreviver” com calma:

  • Faça uma pausa e espere que passe a reação mais agressiva. As crianças nesta fase estão pouco recetivas a ouvir
  • Tente ter uma reação positiva e serena. Leve a criança para um espaço mais isolado e silencioso, para poderem conversar
  • Faça perguntas para a criança tentar explicar a razão do “não”. Não interrompa e seja bom ouvinte
  • Tente perceber a origem do “não”. Pode ser uma razão concreta ou apenas consequência do cansaço, que leva muitas vezes as crianças mais jovens a ficar agitadas e irascíveis
  • Depois de ouvir a justificação, explique que a resposta agressiva é inadequada. Explique também que há alternativas para expressar o “não”. Conversar, explicar, combinar uma palavra secreta, para quando a criança começa a sentir que está a perder o controlo, etc.
PUB PUB