Como escolher a banheira do bebé

No momento de escolher a banheira do seu bebé existem variadas opções todas seguras e adequadas, mas que diferem pela sua forma de utilização.

Banheira clássica

É a banheira parecida com a dos adultos, mas em formato mais pequeno. Tem de se colocar numa superfície plana e estável e pode dar banho ao bebé, deitado nos primeiros meses. Neste caso, tem de pegar no bebé na posição deitada com um dos braços e dar banho com o outro.

Mais tarde, quando o bebé já se senta pode dar o banho livremente sempre com a vigilância adequada. Nesta fase a base da banheira deve ser revestida por material antiderrapante porque o bebé pode escorregar.

Nesta linha clássica existem banheiras que são mais anatómicas e que têm a forma do corpo do bebé. Podem ser mais práticas, porque nos primeiros meses, como é necessário segurar no bebé, a estabilidade é um pouco reforçada. Com o passar do tempo acabam por ser menos funcionais porque é difícil virar o bebé, quando ele vai ficando mais crescido.

Banheira com suporte

Existem banheiras que têm pés e vestidor incluídos. A maior vantagem destas banheiras é o facto dos pés proporcionarem a elevação ideal e não ser tão penoso estar debruçado muito tempo sobre o bebé durante o banho. O inconveniente é que os vestidores são muitas vezes sobre a própria banheira. E não é muito prático, para conseguir enrolar o bebé na toalha, colocar a tampa e depois vesti-lo. Tudo o mais rápido possível para o bebé não apanhar frio.

Banheira “shantala”

A banheira shantala, que tem um formato de balde é muito prática para bebés muito pequeninos. O bebé sente-se seguro e os pais também, porque fica numa posição fácil de manter estável (quase sentado) e o bebé também acalma porque se sente seguro.

No entanto a utilização será temporária porque é bastante mais pequena que as banheiras convencionais e quando o bebé cresce torna-se menos prático.

Conheça as diferentes opções de banheiras para bebés.

PUB PUB