Como sensibilizar as crianças para a igualdade de género

AE bebe 0000 igualdade de género 301940282 | Auchan&Eu

As crianças olham para os adultos como modelos de comportamento. Afinal a aprendizagem é feita por imitação. Os cuidadores, sejam os pais, os avós, e mais tarde, os pares, são modelos que elas vão replicar. Dar o exemplo é o primeiro passo para transmitir respeito e partilha, no âmbito da igualdade de género.

  • Estimular a brincadeira de forma idêntica

Brinquedos, jogos, livros, etc. não têm género – são a base para estimular a imaginação e quanto menos limites melhor!

  • Promover as atividades sem limites de género

Não há atividades para meninos e para meninas…todos podem fazer tudo! Não restringir atividades mais físicas aos rapazes: subir às arvores é para todos! Se a criança demonstrar interesse em atividades que tradicionalmente são mais femininas ou mais masculinas não crie limitações. Promova e estimule a experiência.

  • Diversidade

É muito importante para todas as crianças que criem laços e amizades com amigos de géneros distintos, raças e culturas. Na amizade e na brincadeira não se se vêem diferenças.

  • Tarefas em casa e responsabilidades

Iguais para meninos e meninas! Se tiver crianças em casa de idades próximas pode criar uma lista de tarefas em rotação para todos acabarem por fazer de tudo em casa. A partir de uma certa idade acabam por ser eles a “negociar” entre eles a distribuição das tarefas.

  • Mostrar as emoções

Chorar é “bom”. Expressar emoções faz parte da vida, mesmo quando se está triste. Reprimir, seja em que género for, não é construtivo. O importante é estar presente para dar apoio e carinho. O mesmo não se aplica à agressividade e à violência: estar zangado é aceitável mas dirigir a zanga de forma agressiva para o outro é falta de respeito, independentemente do género.