Pequenos rituais que marcam a infância

Rituais de infância: Crie os seus e guarde boas memórias

Os afetos, a autoestima e a autonomia das crianças são elementos importantes que, muitas vezes, se constroem através de pequenos gestos. Diz-se muitas vezes que há coisas da nossa infância que não se esquecem.

Mas afinal quais são os bons momentos que podem ficar registados?

Estar presente

Os pais estarem presentes nos momentos especiais. Nas apresentações da escola, nas festas de apresentação de projetos de ATL, etc.

Brincar com eles

Podem ser períodos curtos de tempo, mas devem ser de dedicação exclusiva. Podem ser brincadeiras tontas ou jogos mais complexos. Veja as nossas sugestões. Eles gostam sempre!

Festejar conquistas

Quando eles chegam a casa com uma “conquista”, uma vitória, um projeto que foi reconhecido, a palavra chave é festejar! Com uma refeição especial, uma brincadeira fora de horas ou um passeio original.

Fazer as refeições em família

Os relatos do final do dia em família são importantes para todos, e as crianças podem participar desde cedo. Podem conversar sobre o que gostaram e o que não gostaram do seu dia, dos medos, das inseguranças. Mas também partilhar o entusiasmo de algo que possa ter acontecido na escola ou no jardim de infância. Os adultos também podem partilhar as suas experiências diárias, mesmo que as crianças ainda não tenham capacidade para entender. O importante é a partilha.

Criar tradições

As tradições familiares, habitualmente associadas a períodos de festa, são muito positivas. Também se podem criar novas tradições associadas a rituais de férias, de aventura de fim-de-semana, de momentos do ano mais marcantes, etc.

Ler para eles

A leitura promove ligações fortes e estímulos criativos, que podem levar a outras aventuras, como inventar histórias, contar experiências. Ajuda também a adormecer. Conheça a nossa oferta de livros para bebés.

PUB PUB