Diversificação alimentar dos 7 aos 12 meses

A semente para uma alimentação saudável ao longo da vida – a partir dos 7 meses

No artigo anterior, falámos da importância de uma alimentação saudável para os bebés nos primeiros seis meses de vida. Agora, focamo-nos no período que vai dos sete aos doze meses, uma altura importante do desenvolvimento do bebé. Nesta fase, que também é determinante para a saúde ao longo da vida, são introduzidos os primeiros alimentos sólidos e a dieta torna-se mais diversificada e cada vez mais próxima da alimentação familiar.

7 – 8 Meses

Quando o bebé chega aos 7 meses, é altura de introduzir a carne e as papas com glúten.

  • Sopa de Legumes com Carne:
    As primeiras carnes devem ser magras e limpas de pele e gordura (frango, coelho e peru). Comece com cerca de 10g/dia e vá aumentando até aos 30g/dia. Durante a primeira semana coloque a carne a cozer juntamente com os legumes, mas antes de triturar volte a retirar a carne. Nesta fase, o objetivo é que o bebé se comece a habituar ao sabor e ao mesmo tempo perceber se existem alergias. Ao fim de uma semana, e caso não se verifiquem alergias, pode começar a triturar a carne na sopa.
  • Inicialmente, ofereça uma refeição de sopa com carne seguida de fruta e outra de sopa de legumes sem carne seguida de fruta. A partir dos 8 meses, a sopa com carne pode ser dada ao almoço e também ao jantar.


9 – 10 Meses

Aos 9 meses chega o momento de introduzir a gema de ovo e o iogurte e, aos 10 meses, o peixe.

  • Gema de Ovo:
    Comece por colocá-la na sopa, primeiro só ¼ de gema cozida e depois ½ gema (até aos 12 meses não exceda esta dose e não dê clara de ovo ao bebé, de forma a prevenir alergias)
  • Iogurte:
    Opte por iogurte natural, já que os “iogurtes para bebés” têm, muitas vezes, grandes quantidades de açúcar. Pode dar-lhe iogurte uma vez por dia, 2 a 3 vezes por semana.
  • Peixe:
    Siga o mesmo esquema indicado para a carne, ou seja, introduza na sopa: primeiro só o caldo da cozedura, depois 10g/dia e vá aumentando até 30g/dia. Opte pela pescada, o linguado, a marmota, a solha e a cavala, sempre peixe de boa qualidade (fresco – se tivermos a certeza que o peixe é mesmo fresco – ou, em alternativa, melhor e mais seguro, peixe ultracongelado).

Nota: lembre-se de ir tornando a sopa do seu bebé cada vez mais granulosa (menos passada) para que ele se vá habituando a diferentes texturas.

11 – 12 Meses

Estamos a aproximar-nos cada vez mais da alimentação familiar. Aos 11 meses, quando a criança já conseguir mastigar bem, chega o momento de introduzir as leguminosas (pode oferecê-las duas vezes por semana), o arroz, a massa e o pão.
Nesta altura, pode continuar a aumentar a consistência das sopas e também pode começar a dar a carne e o peixe no prato. Encoraje o seu filho a provar alimentos diferentes, mas não o force. Experimente diferentes combinações, texturas e métodos culinários para tentar melhorar a aceitação.

A partir dos 12 Meses

A partir dos 12 meses, à partida, não há restrições alimentares (a não ser que sejam indicadas pelo profissional de saúde). Assim, só o gosto e os hábitos do bebé vão condicionar a sua alimentação. Ficam algumas considerações:

  • Leite:
    Alguns estudos indicam que se deve continuar com leite de transição 3 (uma vez que é enriquecido em ferro) até aos 3 anos de vida. Mas também pode introduzir o leite de vaca ultrapasteurizado a partir dos 12 meses. Contudo, deve evitar os leites de crescimento, já que estes são muito açucarados.
  • Fruta e Legumes:
    A partir desta fase já pode introduzir todo o tipo de frutas e legumes mesmo os que anteriormente estavam restritos: citrinos, pêssego, morango, kiwi, manga, espinafres e nabo.
  • Carne e Peixe:
    Também neste caso também já pode introduzir todo o tipo de peixe e carne (incluindo a carne de porco).
  • Açúcar e Sal:
    Não adicione açúcar nem sal aos alimentos! Retarde o mais possível a sua introdução na alimentação da criança, uma vez que quanto mais tarde contactar com este tipo de sabores, mais tarde irá adquirir a sua preferência por eles.

Cátia Gouveia, Nutricionista Jumbo
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº 1757N