Alerta: época das viroses chegou!

AE bebe viroses | Auchan&Eu

A época do outono/inverno traz tradicionalmente mais constipações. Adultos, crianças e bebés, estão todos mais expostos à intempérie, às mudanças bruscas de temperatura e consequentemente às viroses.

O que é uma virose?

Uma virose é, como o nome indica, uma doença causada por um vírus, um microrganismo “infetante”. Normalmente dura poucos dias, porque se cura espontaneamente. A maioria, se não tiver sintomas muito específicos para além da febre, são chamadas viroses (porque não se consegue identificar o tipo de vírus). No entanto, isso já constitui um diagnóstico e o pediatra irá prescrever o tratamento adequado. O que não é aplicável é o uso de antibióticos. A virose vai estimular a reação imunitária do organismo do bebé e ele vai aprender a criar as suas defesas, por isso não são adequados os antibióticos para tratar viroses.

Porque é que os bebés são mais sensíveis às viroses?

As viroses são mais frequentes em bebés porque eles ainda não tem a resistência dos adultos, dado que o seu sistema imunitário ainda está em desenvolvimento. Durante o período de aleitamento o bebé beneficia da imunidade da mãe que passa através do leite materno, mas depois passa a estar exposto à contaminação.

Os principais sintomas

Nariz entupido, tosse, garganta inflamada, diarreia, vómitos e até febre, são os principais sintomas. As viroses mais comuns são as respiratórias e as gastrointestinais.

Como se dá o contágio das viroses?

Quando os bebés vão para as creches e infantários estão em contacto com muitas crianças e adultos o que potencia o contágio. O contágio ocorre habitualmente através da tosse e espirros. Com o tempo a criança vai ganhando a sua própria imunidade. Entretanto é natural que precise de acompanhamento pediátrico.

O que fazer para prevenir?

  • Cumprir o calendário de vacinação é o primeiro passo.
  • Proteger o bebé do frio, mas não exagerar quando está calor no interior.
  • Evitar grandes aglomerados de pessoas.
  • Manter a higiene das mãos, do bebé e de quem está em contacto com ele. Claro que na creche isso é praticamente impossível! Se tiver opção escolha uma creche que não tenha muitas crianças.